UOL Carros

05/07/2006 - 13h01

Marina Silva defende proibição de importações de pneus usados

GENEBRA (Reuters) - A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, defendeu na quarta-feira a proibição do Brasil de importar pneus recauchutados, alegando sua difícil destruição e aumento dos riscos de dengue e febre amarela.

A União Européia pediu um inquérito sobre a proibição das importações de pneus recauchutados, em que a UE considera uma discriminação e uma violação das regras comerciais.

A ministra, em viagem a Genebra para falar em um painel da Organização Mundial do Comércio (OMC) que examina a legalidade da proibição, disse que os pneus recauchutados vindos do exterior "chegariam ao fim da sua vida no Brasil", gerando uma tensão indevida no país.

"Esse é um problema ambiental muito sério", disse ela, alertando que os pneus velhos acumulados, difíceis de serem destruídos sem emitir toxinas prejudiciais à saúde, juntam água que pode servir à proliferação de mosquitos transmissores de doenças.

O painel da OMC terá uma segunda audiência sobre os pneus recauchutados no começo de setembro, e se espera que seja divulgado um relatório preliminar sobre o assunto em outubro ou novembro. O relatório público final é aguardado para janeiro de 2007.

(Por Laura MacInnis)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES