UOL Carros

26/06/2006 - 16h04

Qualidade de combustíveis é a melhor desde 2001, diz ANP

SÃO PAULO (Reuters) - O índice de não-conformidade do álcool e do diesel em maio foi o menor desde 2001, informou nesta segunda-feira a Agência Nacional do Petróleo (ANP), indicando que houve uma melhora na qualidade destes combustíveis.

No caso da gasolina, o nível de não-conformidade ficou estável em maio em relação aos meses anteriores, também no melhor patamar dos últimos cinco anos, segundo a agência.

Foram analisadas em maio, dentro do programa de monitoramento da qualidade dos combustíveis da ANP, 6.689 amostras de gasolina, 3.512 amostras de diesel e 5.878 amostras de álcool.

No álcool, das amostras analisadas, 3,3% foram consideradas fora do padrão, contra 4,8% no acumulado do ano. Esse índice, que chegou a 10,3% em 2001, vem caindo gradativamente a cada ano.

"Além do esforço da fiscalização... a melhoria nos índices de não-conformidade do álcool se deve à regulamentação da ANP que determinou a introdução de um corante laranja ao álcool anidro", declarou a agência em uma nota.

A medida, adotada pela ANP em janeiro, visa coibir a fraude do chamado "álcool molhado" na qual o álcool anidro (que é usado na mistura com a gasolina) é comprado com o ICMS diferido e recebe água para ser comercializado como hidratado (tipo usado nos veículos flexíveis), sobre o qual há incidência do imposto estadual.

Como a água adicionada não é destilada, o produto frequentemente fica fora das especificações.

Em janeiro, o Sindicom, que reúne as maiores distribuidoras de combustível, afirmou que esperava que o índice de não-conformidade do álcool viese para um patamar próximo ao da gasolina -- atualmente em 3,9%, conforme a ANP.

No acumulado do ano, a gasolina tem índice de não-conformidade de 3,6%, igual ao de 2005, e que também decresceu nos anos anteriores. Em 2001, ele era de 9,2%.

No caso do diesel, 3% das amostras analisadas em maio ficaram fora do padrão, contra 4% no acumulado de 2006, e 6,5% em 2001.

(Por Inaê Riveras)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES