UOL Carros

11/01/2006 - 12h36

Produção de veículos cai em dezembro mas cresce em 2005

SÃO PAULO (Reuters) - A produção de veículos caiu 6 por cento em dezembro, na comparação com o mês anterior. No ano, porém, o total fabricado no país cresceu 10,7 por cento em relação a 2004, para 2,447 milhões de unidades, e ficou em linha com a estimativa feita no início do mês pela Anfavea.

A entidade, que representa as montadoras instaladas no país, divulgou nesta quarta-feira boletim com os dados oficiais para 2005. Conforme a estatística, a produção foi 6 por cento superior à registrada em dezembro de 2004.

Já as exportações ficaram abaixo do previsto pela Anfavea para 2005. A entidade esperava 11,2 bilhões de dólares, mas o resultado ficou em 11,187 bilhões de dólares.

Em dezembro, as vendas ao exterior caíram 9,9 por cento, para 880,8 milhões de dólares. Ainda assim, um resultado 11,4 por cento superior ao obtido no mesmo mês de 2004.

Nos primeiros dias de janeiro, a Anfavea já havia anunciado que as montadoras de veículos do país tiveram em dezembro o melhor mês de vendas desde outubro de 1997, com 183,6 mil veículos.

Na comparação com novembro, as vendas no último mês de 2005 subiram 15,9 por cento e ante o mesmo mês de 2004 a expansão foi de 3,2 por cento. No dia do anúncio, o presidente da Anfavea, Rogelio Golfarb, disse que o mercado está sendo motivado pelo crescimento econômico do país, aliado à grande concorrência entre os cerca de 10 fabricantes de veículos, que constantemente fazem promoções.

Com o resultado de dezembro, a indústria nacional encerra 2005 com vendas internas de 1,714 milhão de unidades, avanço de 8,6 por cento em relação ao desempenho de 2004, quando foram comercializados cerca de 1,58 milhão de veículos.

"Dezembro foi um mês acima das nossas expectativas. O quarto trimestre esteve bastante aquecido e isso mostra que vamos entrar em 2006 em ritmo de retomada", afirmou Golfarb.

A entidade previa em dezembro que as montadoras vendessem em 2005 cerca de 1,7 milhão de veículos e, no início deste ano, diante do resultado acima do esperado, alterou levemente suas projeções de vendas internas para 2006, de 1,82 milhão para 1,84 milhão de unidades, expansão de 7,1 por cento sobre 2005.

A entidade espera aumento de 4,5 por cento na produção, para 2,55 milhões de unidades, e de 2,7 por cento nas exportações, para 11,5 bilhões de dólares. A Anfavea trabalha com expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,5 por cento.

(Por Marcelo Mota, edição de Claudia Amanda)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES