UOL Carros

23/12/2005 - 17h08

Ford coloca 1,2 bilhão de libras na Jaguar

FRANKFURT (Reuters) - A Ford injetou 1,2 bilhão de libras (2,1 bilhões de dólares) na Jaguar para cobrir pesados prejuízos em sua subsidiária britânica de carros de luxo. É a segunda vez em dois anos que a segunda maior montadora dos Estados Unidos precisa recapitalizar a Jaguar, que enfrenta fracas vendas.

"O valor de 1,2 bilhão de libras está correto", disse o porta-voz da Jaguar Don Hume, confirmando reportagens publicadas pela imprensa.

"Isso foi feito através da emissão de ações em nome da Ford. Apesar dos recentes rumores, isso reforça o comprometimento da Ford com a Jaguar", acrescentou.

A iniciativa da Ford de amparar a Jaguar não é surpresa, dado o processo de reestruturação que a marca de carros famosa pelo logotipo de um felino está atravessando, mas é mais dor-de-cabeça para a diretoria da Ford que enfrenta problemas nos EUA.

A montadora anunciará nos mês que vem um plano de corte de empregos e fábricas na América do Norte, como resposta aos prejuízos acumulados no mercado automotivo norte-americano.

A Ford comprou a Jaguar em 1989 por 1,6 bilhão de libras. A Jaguar está dentro do Premier Automotive Group (PAG), que também inclui as marcas Volvo, Land Rover e Aston Martin.

O PAG teve prejuízo antes de impostos no terceiro trimestre de 2005 de 108 milhões de dólares.

O chefe do PAG e da Ford na Europa, Lewis Booth, disse à Reuters este mês que a Jaguar não está à venda, apesar de especulações no mercado indicando que isso poderia acontecer.

Sob pressão para conter as perdas na Jaguar, a Ford no ano passado demitiu 1.150 empregados na Inglaterra, reduziu a produção na fábrica Browns Lane, em Coventry, e transferiu a produção para uma unidade perto de Birmingham.

As vendas de veículos Jaguar no mercado norte-americano caíram 15,5 por cento nos primeiros 11 meses deste ano, para 42.458 unidades. Na Europa, o número de novos Jaguar comercializados recuou 23,1 por cento no mesmo período, para 43.045 carros.

(Por Michael Shields)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES