UOL Carros

16/12/2005 - 11h51

Presidente da GM prevê aumento das receitas em 2006

Por Jui Chakravorty

STERLING HEIGHTS, Estados Unidos (Reuters) - A General Motors espera registrar aumento de receita em 2006, impulsionada por uma nova linha de utilitários esportivos e caminhonetes, disse o presidente-executivo da montadora, Rick Wagoner, na quinta-feira.

"Teremos um bom início de ano com a produção e vendas do novo Chevy Tahoe, e isso deve ajudar no lado da receita", afirmou Wagoner, na festa de fim de ano da GM, em Michigan.

Wagoner preferiu não dizer quando a montadora deve retornar ao lucro, mas disse que está otimista com a série GMT-900 --linha de veículos utilitários esportivos com design refeito e melhor autonomia-- que está prestes a ser lançada e que alguns analistas do setor têm chamado de série "emplaca-ou-quebra" da GM.

A maior montadora de veículos do mundo registrou prejuízo de quase 4 bilhões de dólares este ano enquanto enfrenta elevados custos com força de trabalho e matéria-prima, perda de mercado nos EUA para rivais estrangeiros e queda brusca das vendas de utilitários esportivos, que há algum tempo eram o principal produto gerador de caixa para GM.

Uma recente queda nos preços da gasolina nos EUA pouco contribuiu para inverter o sentimento de consumidores norte-americanos contra veículos que consomem muito combustível, como os utilitários e picapes.

A GM tem um plano de recuperação amplo que prevê a redução de 30 mil empregos e fechamento de 12 fábricas na América do Norte. A companhia também negocia com sindicatos um acordo para economizar 1 bilhão de dólares anuais em custos com seguro-saúde.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES