UOL Carros

16/11/2005 - 14h05

Toyota usará novo motor híbrido mais barato em 2008

TÓQUIO (Reuters) - A montadora japonesa Toyota utilizará um sistema de motorização híbrido menor e mais barato a partir de 2008, mais do que dobrando sua produção de veículos que economizam combustível para 600 mil unidades por ano até lá, publicou o diário Asahi na quarta-feira.

A maior montadora do Japão está determinada a ampliar a produção de motores híbridos como principal alternativa aos motores de combustão interna e assim compensar os investimentos iniciais em pesquisa e desenvolvimento e reduzir altas despesas de produção por unidade.

A Toyota pretender vender 1 milhão de veículos híbridos anualmente a partir de 2010. Desde o lançamento do primeiro veículo híbrido movido a gasolina e eletricidade do mundo, em 1997, a montadora aperfeiçoou o motor com uma segunda geração do sistema THS II, que equipa os modelos Prius e Lexus RX400h, entre outros.

Mas o sistema híbrido, que permite que os veículos rodem usando um motor elétrico sob determinadas condições para economizar combustível, ainda custa aos fabricantes -- e aos consumidores -- alguns milhares de dólares a mais do que os carros comuns.

Ao construir um sistema menor, a Toyota espera reduzir essa diferença pela metade e expandir seu uso em carros grandes e médios, publicou o diário. Executivos da montadora afirmaram que eventualmente os motores híbridos estarão disponíveis em todos os modelos da empresa.

A montadora espera fabricar e vender cerca de 250 mil veículos híbridos este ano, distribuídos entre oito modelos disponíveis.

Em 2006, esse número deverá crescer para algo entre 350 mil e 400 mil unidades, impulsionado pela adição do modelo híbrido Camry, que começará a ser produzido no segundo semestre do próximo ano em Kentucky, e do Prius, fabricado na China, cuja produção deve ser iniciada ainda neste ano.

A empresa informou ainda que a produção dos componentes do sistema híbrido será iniciada nos Estados Unidos --marcando a primeira vez que a fabricação será feita fora do Japão.

Lideradas pela agressiva arremetida da Toyota, as vendas de veículos híbridos cresceram significativamente nos últimos anos nos Estados Unidos e na Europa, mas um consenso sobre a melhor solução em motores econômicos ainda não foi alcançado pelas montadoras.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES