UOL Carros

24/10/2005 - 11h24

GM negocia venda de unidade de caminhões na Austrália

Por Sachi Izumi e Chang-Ran Kim

TóQUIO (Reuters) - A General Motors está negociando a venda de seu negócio de caminhões comerciais na Austrália para a Isuzu Motors, anunciou nesta segunda-feira a fabricante japonesa de caminhões.

A Isuzu, que tem 8 por cento da montadora norte-americana, disse que pretende fortalecer suas operações estrangeiras, já que espera desaceleração da demanda no Japão nos próximos anos. A empresa acrescentou também que quer aumentar seus negócios como principal fabricante de caminhões da montadora de Detroit.

O jornal Nihon Keizai havia publicado anteriomente que a GM venderia sua participação de 40 por cento na Isuzu-General Motors Australia Ltd. para a Isuzu no começo de novembro, tornando a empresa japonesa a única controladora da joint venture, euquanto a GM voltava sua atenção para as operações de carros de passeio.

Um porta-voz da Isuzu afirmou que as duas companhias não haviam chegado a um acordo, e os detalhes seriam decididos mais à frente. Ele negou os comentários do jornal de que a medida também pretendia ajudar a GM.

A GM preferiu não comentar a matéria, mas afirmou em nota que a maior montadora do mundo sempre estava procurando expandir e fortalecer sua cooperação com a Isuzu, que chamou de "importante parceira".

A joint venture na Austrália, iniciada em 1989, vende caminhões que são importadas pelo Japão. A companhia vendeu 7.100 unidades em 2004, respondendo por aproximadamente 24 por cento do mercado de caminhões de mais de 4 toneladas, afirmou o porta-voz da Isuzu.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES