UOL Carros

14/09/2005 - 11h44

Indústria automobilística se prepara para alta no preço do aço

Por Christiaan Hetzner

FRANKFURT (Reuters) - A indústria automotiva européia está se preparando para outra elevação nos custos de matéria-prima, depois que siderúrgicas anunciaram aumento para os preços do aço no próximo mês.

Justo quando houve a abertura do salão do automóvel de Frankfurt na segunda-feira para a imprensa mundial, as duas maiores siderúrgicas da Alemanha, a ThyssenKrupp e a Salzgitter, seguiram a tendência do setor na Europa anunciando planos de elevar os preços do aço em mais 20 a 30 euros por tonelada, começando no quarto trimestre.

Isto deverá complicar os preços de negociação do aço que as montadoras esperavam conseguir para reduzir suas contas de insumos, em meio à queda dos preços à vista registradas no acumulado deste ano.

O cenário também é particularmente difícil para as fabricantes de auto-peças, que estão estranguladas entre a demanda de montadoras como a Volkswagen, por descontos, e os altos preços das fornecedoras de aço.

A alemã Robert Bosch GmbH [ROBG.UL], maior fabricante de auto-peças do mundo, espera "impacto de três dígitos de milhões de euros" devido à elevação dos preços do aço

As siderúrgicas, que também enfrentam elevados preços de matérias-primas e energia alegam que precisam contra-balancear seus próprios aumentos de custos.

A siderúrgica européia Arcelor --que no Brasil controla entre outras a Companhia Siderúrgica Tubarão e a Belgo-Mineira -- quer incluir cláusulas de índice de preços em contratos de longo prazo que está negociando com montadoras e fornecedores, para se proteger contra aumento nos preços de produção e taxas de comércio adversas.

(Com reportagem adicional de Benoit van Overstraeten)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES