UOL Carros

13/09/2005 - 15h06

Unidade de caminhões da Volkswagen deve sair do vermelho em 2005

FRANKFURT, Alemanha (Reuters) - A unidade de veículos comerciais da Volkswagen espera sair do vermelho após dois anos de prejuízos operacionais que somaram 376 milhões de euros (462 milhões de dólares).

"Estamos confiantes que de vamos chegar ao equilíbrio neste ano", disse à Reuters nesta terça-feira o chefe da unidade, Bernd Wiedemann, acrescentando que as vendas de veículos devem subir cerca de 20 por cento em 2005 em relação às 360 mil unidades do ano passado.

A unidade sofreu em função de pesados investimentos ao renovar suas frotas de Caddies, T5s e LTs no mesmo momento em que expandia seu negócio de caminhões pesados no Brasil e renovava fábricas.

"Provamos no passado que os veículos comerciais podem de fato trazer retorno de dois dígitos sobre os investimentos ao longo de anos e nós temos como objetivo fazê-lo de novo", disse ele, recusando-se a dizer quando isso deve acontecer.

Mesmo com aumento de 28 por cento nas receitas e de 44 por cento nas vendas do ano passado, as perdas operacionais da unidade cresceram.

"A VW Veículos Comerciais se autofinancia, nós não recebemos nenhum dinheiro da matriz", completou Wiedemann.

Depois do primeiro semestre, no entanto, a VW Veículos Comerciais passou a ter um pequeno lucro de 10 milhões de euros graças às crescentes vendas da unidade e uma base de custos mais enxuta, apesar de baixas contábeis, que continuaram a pesar sobre o resultado.

"Nós acreditamos que os veículos comerciais oferecem à Volkswagen um chance de crescimento acima do normal (comparada à de carros de passeio)", disse ele.

(Por Christiaan Hetzner)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES