UOL Carros

04/08/2005 - 14h00

Venda de veículos cai em julho indicando desaceleração

Por Marcelo Mota

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de veículos novos em julho recuaram 6,6 por cento em relação a junho, para 138,7 mil unidades, informou nesta quinta-feira a Anfavea, associação que representa as montadoras no país. Esse desempenho atípico para o mês levou a uma redução no crescimento acumulado das vendas este ano em relação ao mesmo período de 2004.

"Isso indica uma desaceleração de crescimento. Até porque é um mês que tem, tradicionalmente, momento nas vendas", afirmou o presidente da Anfavea, Rogélio Golfarb a jornalistas.

Nos últimos cinco anos, as vendas cresceram, em média, 4,5 por cento entre junho e julho. "Foi contrário à sazonalidade", disse. "No entanto, como continuamos com crescimento em relação a julho do ano passado, a nossa leitura é apenas de desaceleração."

Na comparação com julho do ano passado, as vendas foram 3,7 por cento maiores e no ano ainda superam os primeiros sete meses de 2004 em 9,6 por cento, com um total de 938,9 mil unidades. As vendas até junho tinham ficado 10,7 por cento maiores que as do primeiro semestre de 2004.

Golfarb atribuiu essa desaceleração a um "primeiro efeito dos juros altos" e, embora não tenha feito prognósticos, disse que acompanha a expectativa do mercado, que é de redução da taxa Selic em breve.

A avaliação do executivo é que "tecnicamente, estamos com a economia em um nível de estabilidade incomum". Ele evitou fazer prognósticos para a indústria, mas admitiu que, se a taxa de crescimento se mantiver nos 9,6 por cento, será alcançada a meta de 1,64 milhão de veículos vendidos no ano.

A produção em julho somou 202,4 mil veículos, queda de 6,3 por cento em relação a junho. Na comparação anual, a produção foi 7,8 por cento maior. De janeiro ao mês passado foi fabricado 1,4 milhão de unidades, 14,5 por cento acima do mesmo período do ano passado.

As exportações de veículos em julho foram de 940,9 milhões de dólares, queda de 6,6 por cento em relação a junho. Na comparação com julho do ano passado, as vendas externas foram 25,8 por cento maiores este ano.

Nos primeiros sete meses do ano, foram exportados 6,1 bilhões de dólares em veículos, 37,4 por cento acima do registrado no mesmo período de 2004. Em unidades, a exportação de veículos recuou 7,8 por cento, para 68.737 unidades em julho.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES