UOL Carros

29/05/2009 - 15h30

GM deve anunciar fechamento de mais 450 revendas

Da redação, com agências internacionais
A GM deve anunciar na próxima segunda-feira (1º de junho) o fechamento de mais 450 revendedores até o final de outubro de 2010, informaram nesta sexta-feira duas fontes ligadas à empresa. A companhia já havia informado, em 15 de maio, o fechamento de outras 1.124 lojas nos Estados Unidos, processo que deve ser concretizado até o final de 2010.

De acordo com a agência "Automotive News", as 450 franquias citadas desta vez não terão opção de negociar o fechamento -- alternativa que será colocada para a direção de algumas das outras 1.124 concessionárias -- por se tratarem de revendedoras da marca Pontiac, que será extinta até o próximo ano.

De acordo com Mark LaNeve, presidente de vendas da GM para a América do Norte, "estes revendedores têm graves pendências estruturais, com baixos níveis de venda e de satisfação dos clientes e, como resultado, baixa rentabilidade e falhas de capitalização".

O contato inicial com os 450 revendedores atingidos pela nova onda de cortes deve ocorrer já na segunda, término do prazo dado pelo governo dos Estados Unidos para definição do processo de re-estruturação da empresa. Com as falhas nas tentativas de negociar a troca de parte das dívidas entre a GM e seus credores, o próximo dia 1º é tido como data do provável e cada vez mais próximo anúncio de concordata (processo de proteção contra falência) por parte da gigante automotiva.

Como parte do processo de re-estruturação, a GM se comprometeu a rever sua estrutura nacional e eliminar parte da atual rede de concessionárias no país -- das 5.969 lojas, estima-se que restarão cerca de 3.600.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES