UOL Carros
 
30/03/2009 - 17h47

Chrysler anuncia aliança com a Fiat, volta atrás, e ainda vê obstáculos

Da Redação, com agências
O presidente da Chrysler, Bob Nardelli, lançou dois comunicados à imprensa nesta segunda-feira (30), mencionando a eventual aliança da empresa norte-americana com a montadora italiana Fiat. Depois de uma mensagem que confirmava a união das empresas, um segundo texto, mais cauteloso, afirmou que há apenas um "esqueleto" (em inglês, "framework") da proposta, e não um acordo final de aliança entre as duas fabricantes de veículos.

De acordo com o texto revisado, ainda é necessário superar "obstáculos substanciais" para garantir o apoio necessário de novos investidores -- no caso, da Fiat.

A aliança da Chrysler com o grupo italiano é vista pelo governo de Barack Obama como a única solução para a sobrevivência da marca de Detroit, cuja existência nas atuais condições foi considerada inviável pela força-tarefa automotiva designada pelo presidente democrata. A companhia norte-americana tem 30 dias para negociar sua aliança com a Fiat.

O presidente da Fiat, Sergio Marchionne, disse nesta segunda que a eventual aliança com a Chrysler fortalecerá a possível parceira da Fiat nos Estados Unidos, preservando empregos naquele país. Ao grupo italiano interessa ter acesso ao mercado norte-americano, o que aconteceria por meio da vasta rede de concessionários da Chrysler (que inclui Dodge e Jeep). Atualmente, a Fiat não tem operação comercial nos EUA.

  • Obama derruba presidente da GM
  • A intervenção na GM é correta? Opine
  • Governo dos EUA garante carros de GM e Chrysler
  • Europa: Peugeot destitui presidente da PSA

    À Chrysler, interessa "aprender" a fazer carros menores e menos gastadores de combustível. Para isso, poderia aproveitar as plataformas automotivas menores da empresa italiana. No plano financeiro, a Fiat pode ajudar a Chrysler a pagar suas dívidas.

    Apesar do desejo expresso por ambas as partes, o passo atrás dado por Nardelli pode indicar que a situação da Chrysler é pior do que se avalia abertamente.

    Veja também

    Carregando...
  • Fale com UOL Carros

    SALOES