UOL Carros

23/02/2009 - 14h20

Acidentes de trânsito torram R$ 28 bilhões por ano, diz Denatran

Da Redação

Folha Imagem

Acidentes matam 6,2 pessoas a cada 100 mil carros

Acidentes matam 6,2 pessoas a cada 100 mil carros

O custo dos acidentes de trânsito no Brasil é de R$ 28 bilhões ao ano, incluindo despesas como danos materiais, socorro, internações hospitalares, seguros etc. A informação é do diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Alfredo Peres da Silva, que participa de evento da Fundación Mapfre sobre segurança viária em Madri, na Espanha.

Segundo a assessoria do evento, Silva declarou nesta segunda (23) que o índice de mortalidade viária no Brasil atingiu a proporção de 6,2 mortos a cada 100 mil carros da frota nacional -- é um número "altíssimo", na descrição do diretor do Denatran. "Perdemos muito dinheiro e muitas vidas, normalmente entre os jovens", disse.

  • Opinião: lei do airbag não fará milagres
  • Airbags já salvaram 14 mil nos EUA

    O aumento na quantidade de veículos em circulação, em pouco mais de dez anos (a partir de 1998, ano da instituição do novo Código de Trânsito), foi de 100%, chegando a 54 milhões de veículos nas ruas do Brasil. No período, observou Silva, a mortalidade cresceu menos que a frota: 20%.

    O diretor do Denatran defendeu a chamada Lei Seca, que oferece tolerância zero contra motoristas que dirigem após consumir bebidas alcoólicas. "Ninguém está proibido de beber e de se divertir, mas aquele que for beber deve eleger um 'amigo da vez' [que fica sem beber] para conduzir o veículo", afirmou.
  • Compartilhe:

      Fale com UOL Carros

      SALOES