UOL Carros
 
06/02/2009 - 20h37

Knight XV, feito no Canadá, é veículo militar para civis

Fotos: Divulgação 

Da Auto Press

A fabricante artesanal de utilitários canadense Conquest resolveu investir em um filão inusitado: o de veículos militares para consumidores comuns. Para tanto, a marca criou o Knight XV, que segue os passos do AM General Hum-Vee que, após se tornar famoso na Guerra do Golfo, passou a ser vendido a partir de 1992 em uma configuração civil, batizado como Hummer H1. Equipado com todos os dispositivos comuns a veículos de combate leves, o Knight (cavaleiro, em inglês), promete estar preparado tanto para um cenário pós-apocalíptico quanto para os desafios das metrópoles violentas do mundo afora.

Baseado no veículo de combate leve Gurkha, fabricado pela norte-americana Armet e utilizado pelo Exército dos Estados Unidos, o Knight XV é uma espécie de tanque totalmente blindado, o que o torna capaz de resistir a tiros dos mais variados calibres. Mas, ao contrário dos veículos civis que recebem alguma forma de proteção balística, sua blindagem é ostensiva, exposta como em um veículo militar. Segundo o fabricante, são utilizados vidros de 6,4 cm de espessura, além de materiais compostos, como aramida, kevlar, aço de alta resistência e alumínio balístico. Até os pneus são blindados -- radiais de uso misto, Mickey Thompson Baja -- e podem continuar rodando mesmo após terem sido atingidos. As rodas, feitas de alumínio forjado, têm aro 20.

O modelo foi construído sobre o chassi do Ford série F-550, de veículos comerciais. A origem já adianta as generosas dimensões do Knight XV. São 6 metros de comprimento, com 3,57 m de entre-eixos, 2,48 m de largura e expressivos 2,54 m de altura. Da Ford, o modelo também herdou o "motorzão" V10 6.8, capaz de gerar 405 cv de potência e 69,1 kgfm de torque. Embora a proposta do jipão não seja nada pacífica, o propulsor é ecológico e conta com um sistema flex. Para não ficar sujeito a imprevistos em situações de risco, o tanque de combustível comporta 151 litros.

Fotos: Divulgação 
Lado a lado, Knight XV deixa Hummer H2 com jeito de carrinho de passeio

Ao motor está reservada a tarefa quase hercúlea de movimentar as 8,1 toneladas do jipão. Para caminhos ainda mais hostis, o modelo conta com tração nas quatro rodas e reduzida, de acionamento eletrônico por meio de um botão giratório no painel. A transmissão fica por conta de uma caixa automática de cinco marchas, de origem Ford.

Não poderiam ficar de fora os apetrechos de alta tecnologia, dignos de um "Bond car". Estão presentes -- de série -- câmeras capazes de captar imagens térmicas na frente e na traseira. Esse dispositivo assinala, através da detecção do calor emitido, imagens mais nítidas que um sistema infravermelho tradicional.

A circulação de ar pode ser interrompida, acionando cilindros de oxigênio no porta-malas do veículo. Em mercados onde é permitido, o modelo pode ser equipado com geradores de fumaça, nas laterais e na traseira. Um item inusitado, típico da paranóia norte-americana, é o detector antibombas na parte inferior do veículo, que funciona em conjunto com a partida do motor por meio de controle remoto.

Fotos: Divulgação 
Interior mostra que austeridade do Knight XV fica restrita à segurança e ao exterior

Mas, como nem tudo é segurança em um utilitário exclusivo, o fabricante o dotou de um número considerável de equipamentos de luxo e de conveniência, que vão além dos triviais ar-condicionado, direção hidráulica e vidros elétricos -- apenas os dianteiros podem ser abertos. As seis poltronas do modelo possuem regulagem elétrica, sendo que as da segunda fileira ficam posicionadas no sentido oposto e formam um espaço de conferência. Opcionalmente, o modelo pode receber assentos traseiros totalmente reclináveis, como as poltronas da primeira classe de um avião.

Pode ser instalada, como opcional, uma divisória entre o banco da frente e os traseiros, como em uma limusine. Os revestimentos internos são de couro fornecido pela Andrew Muirhead, companhia britânica que equipa iates e jatos particulares. Além das telas de cristal líquido e DVD da marca Alpine, o habitáculo conta também com um videogame PlayStation 3, frigobar, umidificador de charutos e cortinas elétricas nas portas e janelas para maior privacidade. Os passageiros contam, ainda, com dois tetos-solares. De vidro blindado, claro.

Segundo a Conquest, a construção de cada Knight XV leva 1.500 horas de trabalho artesanal. A produção do modelo está limitada a 100 unidades por ano, com preço a partir de US$ 310 mil, cerca de R$ 693 mil. Cada um dos veículos encomendados pode receber itens personalizados, que vão da adição de mais equipamentos de conforto a níveis mais robustos de blindagem. Afinal, paranóia pouca é bobagem.
(por Julio Cabral)

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES