UOL Carros
 
02/12/2008 - 12h00

Em segundo mês de crise real no país, venda de novos cai 26%; Civic avança no ranking

Da Redação
No segundo mês cheio sob impacto direto da crise financeira internacional, que afeta diretamente a concessão de crédito, o setor automotivo brasileiro observa uma redução ainda mais acentuada na venda de veículos novos. De acordo com o relatório divulgado nesta terça-feira (2 de dezembro) pela Fenabrave, referente ao mês de novembro, a venda de automóveis e veículos comerciais leves caiu 26,01% em relação a outubro, quando o primeiro golpe desferido pela conjuntura negativa havia derrubado os números em cerca de 11%.

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, foram 166.279 emplacamentos de novos, contra 224.744 em outubro.

Na relação com o ano anterior, a queda foi levemente maior: 26,34%. Em novembro de 2007 haviam sido vendidas e emplacadas 225.750 unidades.

  • Veja o relatório completo da Fenabrave para novembro de 2008

    O TAMANHO DO TOMBO
    Para ilustrar o tamanho do escorregão do setor automotivo no mês, pode-se tomar como base o desempenho dos três automóveis mais vendidos no Brasil (veja o ranking dos 15 mais vendidos, logo abaixo). O líder Volkswagen Gol vendeu 17.995 unidades em novembro, mas no primeiro mês da crise no país havia faturado 23.262 unidades. São 5.267 não vendidas em 30 dias, quase o total de vendas, por exemplo, do 8º colocado, a picape Fiat Strada. Na 2ª e 3ª posições, aparecem outros dois automóveis da Fiat, o veterano Mille e o hatch Palio, que não passaram das 10 mil unidades neste mês, enquanto haviam vendido mais de 12.800 em outubro.

    Mas quem vem ganhando posições, ou perdendo menos espaço por assim dizer, é o sedã médio Honda Civic. Se, enquanto o mercado estava aquecido, o japonês figurava abaixo da lista dos dez mais e brigava apenas com seu rival Toyota Corolla, agora figura como oponente dos líderes (todos menores e mais baratos) ao surgir como 4º colocado em novembro: vendeu 6.535 unidades no mês (foram 6.776 em outubro) e saltou quatro posições. No embalo, outro modelo da Honda, renovado há pouco ganhou destaque e fechou a lista dos quinze mais vendidos: o monovolume Fit, que vendeu 2.732 unidades.

    Outra surpresa, embora o mercado já esperasse e até cobrasse bom desempenho, é a presença do "renascido" Voyage na 16ª posição de automóveis de passeio (seria o 17º no ranking de mais vendidos), com 2.503 unidades em pouco mais de um mês.

    Assim, os 15 modelos mais vendidos no Brasil no mês de novembro, considerando as categorias automóveis e veículos comerciais leves, foram:

    1º) Volkswagen Gol - 17.995 unidades
    2º) Fiat Mille - 9.931
    3º) Fiat Palio - 9.450
    4º) Honda Civic - 6.535
    5º) Chevrolet Celta - 6.175
    6º) Volkswagen Fox/CrossFox - 6.072
    7º) Chevrolet Corsa/Classic - 6.041
    8º) Fiat Strada - 5.772
    9º) Fiat Siena - 5.174
    10º) Toyota Corolla - 3.949
    11º) Ford Ka - 3.618
    12º) Ford Fiesta hatch - 3.516
    13º) Palio Weekend - 3.292
    14º) Chevrolet Prisma - 3.188
    15º) Honda Fit - 2.732

    MONTADORAS
    Com estas alterações, a participação das montadoras no mercado de automóveis teve uma leve alteração, quando se considera a venda de veículos de passeio em novembro: a Volks aparece liderando, com 25,06%, seguida de perto por Fiat (24,91%). Depois, aparecem GM (17,7%), Ford (9,08%) e Honda (7,05%).

    Veja também

    Carregando...
  • Fale com UOL Carros

    SALOES