UOL Carros
 
11/11/2008 - 14h13

Governo de SP vai liberar R$ 4 bilhões para montadoras

Da Reuters, com Redação
Em São Paulo
O governo do Estado de São Paulo lançou nesta terça-feira (11) uma linha de crédito de R$ 4 bilhões para o setor automobilístico, por intermédio do banco Nossa Caixa. O acordo firmado entre o banco, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e a Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef), prevê o repasse dos recursos para os bancos e financeiras ligadas às montadoras dos veículos.

"O objetivo é contribuir para o restabelecimento da liqüidez financeira do setor automotivo e, assim, estimular a manutenção da venda de veículos no varejo", informou a Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo em comunicado publicado em seu site na Internet.

E de acordo com a Folha Online, oito financeiras ligadas a montadoras nacionais já obtiveram também a liberação de R$ 1,5 bilhão em linhas de crédito -- parte do total de R$ 4 bilhões em recursos do Banco do Brasil anunciados na última semana.

Na soma das duas propostas de crédito estatais, o total da ajuda oferecida às montadoras brasileiras para enfrentar os efeitos da crise financeira chega aos R$ 8 bilhões.

CRISE PELO MUNDO
No país, várias montadoras vêm ajustando a produção de veículos, com paradas temporárias nas linhas de alguns modelos e férias coletivas para funcionários. No exterior, as medidas incluem ainda o corte de vagas.

O anúncio do governo paulista chega um dia depois de o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, pedir uma ação rápida do presidente George W. Bush para ajudar a indústria automobilística americana (leia-se, General Motors, Ford e Chrysler), uma das mais atingidas pela crise financeira.

Nesta terça, na Espanha, cerca de mil funcionários da Nissan protestaram contra o anúncio do corte de quase 1.700 vagas em duas fábricas de Barcelona.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES