UOL Carros
 
08/11/2008 - 10h00

Ao lado da Adventure, discreta Trekking faz família Palio Weekend decolar

Da AutoPress
Especial para o UOL

A Palio Weekend Trekking tem uma função estratégica bastante definida. Em vez de se apoiar no visual aventureiro, que impulsiona as vendas da Adventure Locker, a versão intermediária da perua da Fiat busca alguma discrição. Embora ostente adereços lameiros, que sugerem desenvoltura fora-de-estrada, a Trekking faz questão de manter um pé na urbanidade. E também um preço acessível, a partir de R$ 42.880. Como a nova versão Adventure ganhou visual agressivo e o bloqueio do diferencial Locker na reestilização de maio, a configuração intermediária Trekking adotou um estilo mais conservador, nos moldes da antiga Adventure. O modelo manteve a suspensão levemente elevada e pneus 175/70 de uso misto.
 

Luiza Dantas/Carta Z Notícias  
 

E a tática deu certo. A Palio Weekend protagonizou um impressionante salto de 177,7% nas vendas de junho a outubro. Foram 17.552 unidades comercializadas nos últimos cinco meses, enquanto de janeiro a maio foram 6.319 emplacamentos. No total, são 50% das vendas na versão Adventure, 30% da Palio Trekking e os 20% restantes para a configuração "social" ELX. Com a arrancada, o modelo da Fiat ultrapassou as rivais Volkswagen SpaceFox e Parati e se tornou o novo líder do segmento, com 23.871 unidades vendidas até outubro -- contra 19.203 unidades da SpaceFox, a segunda colocada. Só em outubro, a perua Palio somou 4.220 unidades, enquanto SpaceFox manteve a batida, com 2 mil unidades no mês.
 

NO LIMIAR DA AVENTURA
 Luiza Dantas/Carta Z Notícias
VEJA MAIS IMAGENS DA TREKKING

O salto nas vendas foi resultado das mudanças visuais. Faróis e lanternas ganharam um desenho elegante similar ao aplicado no sedã Siena. A enorme grade frontal em forma de trapézio invertido é outro ponto alto. Na Trekking, há ainda adereços lameiros, como barras longitudinais no teto, molduras de plástico nos pára-lamas, aerofólio e máscara negra nos faróis.

Outro aspecto que embala a Palio Weekend é o preço. A perua compacta começa em R$ 40.820 na versão de entrada ELX 1.4 Flex, sobe para R$ 42.880 na configuração Trekking 1.4 Flex e chega a R$ 55.100 na topo de linha Palio Adventure Locker 1.8 Flex. Já as concorrentes SpaceFox Plus e Parati Surf partem de R$ 48.250 e R$ 47.110, mas são mais completas e têm motor 1.6 Flex de 101/103 cv de potência com gasolina/álcool. Um propulsor mais forte que o 1.4 Flex da Fiat, que produz 85/86 cv a 5.750 rpm e um torque de 12,4/12,5 kgfm, sempre as 3.500 giros.
 

FICHA TÉCNICA
Fiat Palio Weekend Trekking 1.4 8V Flex
Motor: Gasolina e álcool, transversal, 1.368 cm³, com quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro e comando simples no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto seqüencial e acelerador eletrônico.
Transmissão: Manual com cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle eletrônico de tração.
Potência: 85 cv com gasolina e 86 cv com álcool, sempre a 5.750 rpm.
Torque: 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com álcool, sempre a 3.500 rpm.
Diâmetro e curso: 72 mm x 84 mm. Taxa de compressão: 10,3:1.
Suspensão:
Dianteira: independente do tipo McPherson com braços oscilantes inferiores transversais, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora.
Traseira: independente com braços oscilantes inferiores longitudinais, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. Não oferece controle eletrônico de estabilidade.
Freios: Dianteiros a discos ventilados e traseiros a tambor. Oferece ABS com EBD como opcional.
Carroceria: Perua compacta em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. Dimensões: 4,23 m de comprimento, 1,66 m de largura, 1,58 m de altura e 2,43 m de distância entre-eixos. Oferece airbags frontais como opcional.
Peso: 1.098 kg em ordem de marcha, com 400 kg de carga útil.
Porta-malas: 460 litros.
Tanque: 51 litros.

ENXUTA
Por preço mais acessível, a Palio Weekend Trekking tem uma lista de série mais enxuta, basicamente com direção hidráulica, computador de bordo, faróis de neblina e break-light, além dos apetrechos off-road. É preciso pagar mais para ter opcionais como ar-condicionado, ajuste de altura do banco do motorista e trio elétrico. Isso fora itens como airbags frontais e freios ABS e EBD, ou o sistema Blue&Me, com rádio/CD/MP3, entradas USB e auxiliar e conexão Bluetooth. Com todos os opcionais, a versão Trekking encarece R$ 12.226 e chega a R$ 55.106.

IMPRESSÕES AO DIRIGIR
Ao contrário do que a imagem off-road sugere, bastam algumas voltas na Palio Weekend Trekking para concluir que sua praia é rodar no asfalto. Embora ostente adereços fora-de-estrada, a perua compacta da Fiat tem um comportamento suave. O que, por definição, contraria a essência aventureira, que exige mecânica e conjunto de suspensão mais robusto, para transpor obstáculos naturais severos.

O motor 1.4 litro flex, com seus 86 cv de potência e 12,5 kgfm de torque, é outro componente que desencoraja qualquer iniciativa mais abusada nos buracos e lamaçais. As respostas ao pedal do acelerador são lentas, principalmente com o ar ligado em ladeiras íngremes. No piso plano, o escalonamento mais curto do câmbio até proporciona arrancadas interessantes para compensar. De qualquer forma, o motor demora a encher. O zero a 100 km/h ocorre em demorados 13,4 segundos.

Mas a idéia da Trekking não é mesmo ser robusta para enfrentar a lama. O visual aventureiro e jovial é apenas para causar impacto. Depois que o motorista entra no carro, vale mais a maciez da suspensão e da direção hidráulica, a boa disposição dos comandos e o campo de visão mais amplo por conta da suspensão elevada. Esses sim são atrativos que, atrás do volante, ajudam a valorizar a versão Trekking da Palio Weekend.
(por Diogo de Oliveira)
 

DE ZERO A 100 PONTOS, A FIAT PALIO WEEKEND TREKKING 1.4 8V FLEX
Desempenho - a Palio Weekend Trekking não oferece muito vigor no asfalto. O motor 1.4 flex, com 86 cv e 12,5 kgfm de torque, produz acelerações e retomadas contidas. O zero a 100 é cumprido em longos 13,4 segundos e a máxima é de 167 km/h. No dia-a-dia, o escalonamento do câmbio mais curto nas primeiras marchas até agrada pela versatilidade. Mas há um incômodo buraco entre a segunda e terceira marchas. Nota 6.
Estabilidade - A perua da Fiat deixa a desejar neste aspecto. Além de torcer bem a carroceria, nas curvas mais fechadas a Palio Trekking ameaça sair de traseira. Já nas retas, a station se mantém firme no chão até os 130 km/h, quando surge alguma sensação de flutuação. Nas frenagens intensas, a carroceria mergulha a dianteira. Nota 6.
Interatividade - Sem os diversos kits opcionais, a Palio Trekking é limitada em conforto e funcionalidade. Tem comandos bem organizados e computador de bordo com funções interessantes, como consumo médio e alerta de velocidade programada. A ergonomia também agrada pela altura, assim como o câmbio e a direção macios. Mas os engates da caixa são imprecisos e o curso, muito longo. Nota 7.
Consumo - A Palio Trekking mostrou-se pouco econômica com álcool. Marcou média de 6,8 km/l, num percurso de 1/3 de estrada e 2/3 de cidade. Nota 6.
Conforto - A Fiat ajustou a suspensão da Trekking para beneficiar a suavidade. E o resultado é que o modelo, apesar de trazer alguns paramentos típicos dos fora-de-estrada, tem um comportamento macio, ideal para o trânsito urbano. O espaço interno, no entanto, é pequeno. Pernas e cabeça vão justas na frente e atrás. O isolamento acústico também deixa a desejar e o ruído do motor se faz notar mais que o desejável. Nota 7.
Tecnologia - A Palio Trekking é uma perua compacta de entrada e, portanto, não oferece grande sofisticação. Só que, no modelo avaliado, os diversos kits opcionais ajudavam a elevar o nível tecnológico a bordo. Há o sistema Blue&Me, com rádio/CD/MP3, entradas USB e iPod e conexão Bluetooth para celulares, sensor de obstáculos traseiro, ar digital, trio elétrico, além de airbags frontais e freios com ABS. Nota 8.
Habitabilidade - O interior da Palio Weekend Trekking tem um bom número de porta-objetos, além de acessos amplos. Mas o que conta mais a favor da perua é o porta-malas generoso de 460 litros. Nota 8.
Acabamento - Oferece um acabamento agradável e honesto. As peças se encaixam bem e as texturas agradam. Nota 7.
Design - A Fiat acertou na remodelação feita na perua Weekend. Os faróis com canhões de luz estão mais eficientes e as lanternas horizontais afiladas, mais charmosas. Nota 8.
Custo/Benefício - Os R$ 42.880 iniciais pedidos na versão Trekking são interessantes, mas o modelo oferece uma lista de série muito "magra". Traz basicamente faróis de neblina e direção hidráulica. Ar e trio elétrico são pagos à parte. E com os opcionais disponíveis, o modelo vai a elevados R$ 55.106. Nota 7.
Total - O Fiat Palio Trekking 1.4 Flex somou 70 pontos em 100 possíveis. NOTA FINAL: 7,0.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES