UOL Carros
 
02/10/2008 - 17h07

Venda de novos na França sobe 8,4%

Da Redação, com agências internacionais
A euforia pela chegada do Salão de Automóveis de Paris, que teve nesta quinta-feira sua abertura à imprensa, parece ter influenciado o mercado francês de carros de passeio, apesar da sombra provocada pela crise nos Estados Unidos e que já afeta alguns mercados europeus, como a Espanha (leia mais no quadro). O CCFA (o comitê das montadoras francesas) divulgou na quarta-feira (1º de outubro) o balanço para o mês de setembro da venda de novos. De acordo com a informação, repassada pela agência "Automotive News Europe", a alta no mês foi de 8,4%. Na comparação com 2007, a alta foi de 1,4%. E com os números de setembro, o ano de 2008 francês está sendo positivo para os fabricantes, com alta acumulada de 3,4%, apesar da queda de 7% registrada em agosto.

NA ESPANHA, QUEDA DE 32%
O mercado espanhol de novos teve em setembro seu quinto mês consecutivo de queda nas vendas. A baixa foi de 32% em relação a 2007, ou 65.000 unidades a menos, e isso após uma queda de 41% registrada em agosto, também na comparação com o ano anterior.

No acumulado do ano, a venda de automóveis zero-quilômetro caiu 22% em relação aos nove meses iniciais de 2007.

Entre os 'donos-da-casa', vantagem para a Renault que registrou um aumento de 19,9% em setembro. A rival PSA/Peugeot-Citroën vendeu 4,9% mais em relação a agosto.

O mercado francês impulsionou as vendas de algumas estrangeiras também e ajudou a americana Ford (alta de 24,2%) a reduzir um pouco as perdas da matriz. A italiana Fiat (46,7%) e a Nissan (que faz parte da Grupo Renault e obteve alta nas vendas de 30,9%) também comemoraram o desempenho dos últimos 30 dias.

Quem não teve o que celebrar foram as alemãs BMW (queda de 11,8% nas vendas) e Mercedes-Benz (baixa de 8,4%), além da filial européia da americana GM (8,6%).

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES