UOL Carros
 
30/09/2008 - 17h42

Fiat anuncia a produção de 200.000 carros na Sérvia a partir de 2010

Da Redação, com agências internacionais
A Fiat da Itália anunciou na última segunda-feira (29) que irá iniciar até 2010 a produção de 200.000 carros na Sérvia, como parte de um acordo bilionário para reestruturar a indústria automobilística do país, em baixa desde seu desmantelamento quase total no início da década de 1990. Cerca de 940 milhões de euros (algo em torno de R$ 2,5 bilhões) serão injetados pela iniciativa privada até lá para a construção de um parque produtor de automóveis, enquanto o governo local se compromete a investir outros 260 milhões de euros (quase R$ 700 milhões) em obras de infraestrutura, como rodovias e ferrovias, transmissão de energia elétrica e medidas de segurança ambiental, informa a agência "Automotive News Europe".

Segundo o presidente da montadora Sergio Marchionne, um novo modelo do segmento de supercompactos será construído na nova fábrica, na cidade de Kragujevac, mas os detalhes sobre o veículo só serão divulgados um mês antes do início da produção. O investimento no país, ainda segundo o dirigente, serve como resposta ao atual cenário de crise vivido pelo setor mundial de automóveis, que vive um período de estagnação de vendas na Europa e de queda brutal nos Estados Unidos.

"A fábrica de Kragujevac terá capacidade para produzir 200.000 unidades, com possibilidade de expansão gradual em mais 100.000 veículos", afirmou Marchionne.

Serão abastecidos pela nova fábrica, além do leste europeu, outros importantes mercados europeus.

O acordo que surge cinco meses1 após os primeiros contatos da Fiat com a Zastava, única remanescente da indústria automobilística da Sérvia, conta ainda com a participação da divisão de veículos pesados da Fiat, Iveco, que planeja montar 2.200 ônibus na nova instalação, e também com a fábrica de auto-peças Magneti Marelli.

Juntas, as três companhias devem gerar 4.700 postos de trabalho direto, mas a expectativa do governo local é de que mais de 10.000 vagas sejam criadas com a chegada de novos fornecedores e que o total de investimento estrangeiro chegue a 3,5 bilhão de euros (cerca de R$ 10 bilhões).

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES