UOL Carros
 
29/09/2008 - 14h01

Impostos somam quase 40% do valor do carro 1.0

Da Redação
É corrente a informação de que o preço do carro zero quilômetro no Brasil é um dos mais altos do mundo. Boa parte da culpa, segundo as montadoras, é da carga tributária que incide sobre o preço de veículos (IPI, ICMS, PIS e Cofins) e que acaba sendo repassada ao consumidor. Pois sobre os automóveis chamados "populares", os com motorização 1.0, esta carga pode chegar a até 37,55%, segundo estudo do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário) divulgado nesta segunda feira pela agência InfoPessoal.

Ainda segundo o estudo, o valor do carro novo subiu 75% nos últimos sete anos, embora a alícota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), por exemplo, ter se mantido estável no período. E para o futuro, a cascata de impostos sobre veículos não deve diminuir, apenas ser simplificada com a união de algumas cobranças.

Por fim, o estudo aponta a diferença entre preços de veículos vendidos no Brasil e em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, o valor de um carro novo pode chegar a 40% do praticado no mercado brasileiro. Como exemplo, o preço do Honda CRV, que sai por cerca de R$ 100 mil no Brasil e, nos Estados Unidos, pode ser encontrado pelo equivalente a R$ 41.400 (US$ 20.700).

A análise completa do estudo pode se acessada na página do InfoPessoal, clicando aqui.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES