UOL Carros
 
03/09/2008 - 22h31

Agosto é o 10º mês seguido de recuo nas vendas de veículos nos EUA

Da Redação, com agências internacionais
A quase repulsa do norte-americano por caminhonetes e utilitários esportivos, até pouco tempo bastante populares, fez fabricantes de automóveis terem em agosto mais um mês ruim de vendas, que voltaram a cair mesmo com o barateamento da gasolina e os descontos oferecidos por algumas companhias para frear as quedas generalizadas. Este é o 10º mês seguido de recuo nas vendas e segundo a Ford, a situação pode piorar ainda mais no segundo semestre.

Em agosto, as vendas da Ford despencaram 27%, influenciadas, sobretudo, pela diminuição na procura por caminhonetes e utilitários.

O vice-presidente de Marketing e Comunicação do grupo Ford, Jim Farley, afirmou que o negócio no segundo semestre "será ainda mais complicado que no primeiro, já que a fragilidade da economia e a contração do crédito continuam", informou a agência EFE.

A General Motors (GM), maior fabricante do país, registrou um encolhimento de 20% nas vendas, mas segue oferecendo aos clientes descontos similares aos oferecidos a seus empregados, até o fim de setembro.

Os diretores da companhia acreditam que, a partir de agora, com a queda dos preços da gasolina e a melhora da conjuntura econômica, o mercado irá se aquecer, depois de ter chegado ao fundo do poço, disse Mark LeNeve, vice-presidente de vendas e marketing para a América do Norte.

  • Veja também: no Brasil, fechamento de agosto confirma queda na venda de veículos

    ESTRANGEIRAS
    Por sua vez, o grupo Toyota fechou agosto com 211.533 veículos vendidos, 9,4% a menos que no mesmo período de 2007. Honda e Chrysler, outras fabricantes de destaque nos EUA, também registraram quedas na comercialização de automóveis: de 7% e 34%, respectivamente.

    As vendas na América do Norte (Estados Unidos e Canadá) da produtora alemã de automóveis esportivos Porsche cairam, em agosto, 45%, enquanto as da Volkswagen subiram 2,9%, em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

    A alemã Porsche informou em comunicado que as entregas para a América do Norte caíram até 1.516 unidades, devido à mudança de modelos. Ao mesmo tempo, as vendas da Volkswagen nos EUA subiram, em agosto, 2,9%, até 22.292 veículos, frente ao mesmo período de 2007.

    Já a Mercedes Benz registrou queda de 11,8% (cerca de 18.507 unidades a menos) em agosto.

    A Nissan encerrou agosto melhor do que no ano passado, com um aumento de 13,6% nas vendas.

    Veja também

    Carregando...
  • Fale com UOL Carros

    SALOES