UOL Carros
 
07/08/2008 - 17h00

Andrea Pininfarina, chefe da famosa empresa de design, morre em acidente na Itália

Da Redação, com agências internacionais
Andrea Pininfarina, de 51 anos, herdeiro da empresa familiar responsável pelo desenho de modelos Ferrari, Fiat e da linha Ford Focus, morreu nesta quinta-feira (7) num acidente de trânsito nos arredores de Turim (norte da Itália), segundo a imprensa local. O empresário dirigia uma scooter (ou lambreta, como se diz na Itália) na localidade de Trofarello quando foi atingido por um carro Ford Fiesta.

  • Danilo Schiavella/EFE

    Andrea Pininfarina (esq.), visto ao lado de seu pai Sergio Pininfarina, em foto de 1992...

  • Benoit Tessier/Reuters

    ... era presidente e diretor-executivo da famosa empresa criadora do design de carros para Ferrari (acima o modelo P 4/5) e Alfa Romeo.

  • Danilo Schiavella/EFE

    Ele morreu nesta quinta-feira, no choque entre a scooter que pilotava e um carro, nas proximidades de Turim, onde vivia, na Itália

Neto do fundador da Pininfarina, Battista "Pinin" Farina, Andrea ocupava os cargos de presidente e de diretor-executivo da empresa fundada em 1930. O pai dele, o designer Sergio Pininfarina, de 81 anos, foi presidente (1988-1992) da Cofindustria, a confederação italiana de empregadores, e ocupa atualmente o cargo de presidente honorário da empresa.

A Pininfarina SpA criou o desenho de Ferraris históricas como a Dino e a Testarossa, dos carros Alfa Romeo para a Fiat e a linha Focus para a Ford. Em seu site (www.pininfarina.com), a projetista de modelos vangloria-se de sua "Experiência, Criatividade e Inovação", afirmando ainda ser uma empresa de "arte, design, inovação. Os carros dos reis".

"A Itália, a cidade de Turim e o grupo Fiat perderam uma figura empresarial que sabia como dar prosseguimento ao trabalho de seu avô Pinin e de seu pai, Sergio", disse em um comunicado Luca Cordero di Montezemolo, presidente da Fiat e da Ferrari.

Andrea Pininfarina nasceu em Turim, importante centro da indústria automobilística italiana, no dia 26 de julho de 1957, e ingressou no negócio da família em 1983, depois de ter se formado em engenharia mecânica. Ele era casado e tinha três filhos.

CONTINUIDADE
A morte de Andrea gera especulações no mercado sobre a possibilidade de uma tomada de controle da empresa, que está nas mãos da família Pininfarina, detentora de 55% das ações. Nesta quinta-feira, o preço das ações da empresa subiram tanto que a negociação delas foi suspensa na bolsa de Milão.

A família já pretendia diminuir sua participação a 30%, vendendo parte de seus papéis, por uma soma que pode chegar a 100 milhões de euros (US$ 155 milhões), e que seria usado para desenvolver um novo carro elétrico a ser lançado em 2009.

Na lista de possíveis investidores, estão herdeiros da Ferrari e até o industrial indiano Ratan Tata, dono da montadora que leva seu nome e é responsável pelo super-compacto Nano.

A Pininfarina, que tenta cortar custos na atual fase de baixa do mercado automobilístico internacional, selou um acordo na última semana com seu banco credor que a isenta de pagar um empréstimo de US$ 600 milhões enquanto reestrutura suas finanças.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES