UOL Carros
 
24/07/2008 - 20h03

Mercedes anuncia primeiro corte de produção em 11 anos nos EUA

Da Redação
A crise econômica dos Estados Unidos, que levou a Ford a anunciar nesta quinta-feira a maior perda trimestral de sua história, afeta também o segmento mais luxuoso do mercado automobilístico no país. A alemã Mercedes-Benz confirmou que vai fazer seu primeiro corte de produção desde a entrada no mercado americano, há 11 anos. Os primeiros 'ajustes', como prefere classificar a empresa, começam em agosto, na fábrica do Alabama.

A diminuição da produção será feita, a princípio, com a ampliação do período de férias coletivas -- originalmente programado para os feriados de Ação de Graças e Natal -- e com a extinção dos turnos noturnos durante seis sextas-feiras até o final do ano, informou a porta-voz da Mercedes, Felyicia Jerald. Fontes anônimas escutadas pela imprensa americana dão conta de que os 4.000 trabalhadores da unidade terão de paralisar a produção também por outros cinco dias perto do Labor Day, o 'Dia do Trabalho' norte-americano (celebrado na primeira segunda-feira de setembro).

A Mercedes afirma que as venda de seus utilitários no mercado americano -- os SUV classe GL e classe M-class e o crossover classe R, feito para exportação -- caíram em 5.090 unidades em junho, uma redução de 11,9% em relação a 2007. Na soma do semestre, foram vendidos 33.630 destes veículos ou 0,2% a mais do que nos seis primeiros meses de 2007.

Em todo ano de 2007, a fábrica da Mercedes-Benz no Alabama entregou 174.356 carros.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES