UOL Carros
 
08/07/2008 - 16h03

Vendas do pequeno M100 no Brasil surpreendem a Effa

EUGÊNIO AUGUSTO BRITO
Da Redação
Se as grandes marcas comemoram o desempenho de vendas do primeiro semestre deste ano no Brasil, a Effa Motors, recém-chegada ao mercado, também sorri e não se incomoda com as primeiras críticas. Claramente focada no filão mais popular, a marca -- de origem uruguaia, e importadora de veículos chineses -- afirma ter chegado ao total de 77 unidades vendidas no atacado (às revendedoras) até o fechamento do mês de junho. Destas, 49 foram do M100, carro de passageiros pequeno com valor de venda estimado em R$ 22.980 e apontado como concorrente do Mille, da Fiat, que tem preço inicial de aproximadamente R$ 26.540.

Fotos: Divulgação

Picape é um dos utilitários voltados ao filão popular desejado pela chinesa Effa



Para o diretor-superintendente da Effa no Brasil, José Geraldo Sampaio Moura, o resultado "é surpreendente, já que não tínhamos uma previsão exagerada de vendas". Por "exagerada", leia-se vender mais de 100 unidades do básico M100 e de três modelos de utilitários leves por mês.

A empresa, que ainda luta para conseguir novos revendedores -- são sete no momento -- e tem apenas uma oficina mecânica para atender no pós-venda, pretende apostar suas fichas agora em uma picape para até 780 kg de carga e preço de R$ 19.980, um furgão por aproximadamente R$ 26.000 e uma van para transporte de até sete pessoas por R$ 27.980.

Moura não esconde que a montadora e seus veículos não fazem frente aos concorrentes, mas afirmou que pode conseguir "um pedacinho de mercado" com o fator preço baixo. "Tenho a formação clássica de marketing, e se não tenho produto, promoção e pontos-de-venda, tenho de usar o atrativo do preço", conclui o diretor da Effa, citando a "teoria dos 4 P" usada em aulas de administração e marketing.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES