UOL Carros
 
20/06/2008 - 12h21

Ações da Fiat despencam, e Ford vê ano pior

Da Reuters,
Em Milão (Itália) e Detroit (EUA)
Atualizada às 18h45

As ações da montadora italiana Fiat chegaram a cair 8% nesta sexta-feira (20) depois que seu presidente-executivo, Sergio Marchionne, ter afirmado um dia antes que as vendas de junho da marca foram um "desastre".

Por volta de 11h30 (horário de Brasília), os papéis da empresa perdiam 7,95%, enquanto outras principais ações de Milão cediam 2,16%. Ao final do dia, o índice S&P-Mib, da bolsa milanesa, fechou em queda de 1,69%, em 29.854 pontos, nível mais baixo do ano. As ações da Fiat fecharam com perda de 6,52%.

Por sua vez, e em outro continente, a norte-americana Ford Motor afirmou oficialmente nesta sexta que seus resultados automotivos este ano serão piores que os de 2007, e que será "difícil" para a empresa chegar ao equilíbrio financeiro em 2009 por conta de uma forte queda nas vendas nos Estados Unidos.

A marca reduziu previsão de vendas de automóveis nos EUA em 2008 para entre 14,7 milhões e 15,2 milhões de veículos, incluindo caminhões de médio e grande porte -- contra previsão anterior entre 15 milhões e 15,4 milhões de unidades. A empresa ainda confirmou que planeja reduzir produção de caminhões mais à frente e atrasar o lançamento da redesenhada picape F-150 em dois meses, este ano.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES