UOL Carros
 
15/06/2008 - 16h11

Com design inovador, Spada TS Codatronca chega à linha de produção

Da Auto Press
Quando o assunto é design de automóveis esportivos, a Itália é o país. Nomes como Pininfarina, Giugiaro, Bertone, Ghia e Zagato são referências inevitáveis. O estúdio de design Spadaconcept, sediado em Turim, tenta seguir as boas tradições dos compatriotas e lança a produção do modelo Spada TS Codatronca.

Apresentado em Mônaco, em abril deste ano, no Top Marques (evento especializado em automóveis luxuosos), o modelo começa a ser fabricado em pequena escala pela SpadaVettureSport, montadora criada pelos mesmos donos do estúdio de design. Uma versão ainda mais esportiva, o TSS Codatronca, deve chegar às linhas de montagem no final do ano.

Debaixo do capô, o italiano traz um imodesto V8 de 7 litros que gera potentes 638 cv a 6.500 rpm. Com este propulsor (o mesmo do Chevrolet Corvette Z06), o Spada consegue chegar à velocidade máxima de 340 km/h. A aceleração de zero a 100 km/h também é fora dos padrões: ele a atinge em incríveis 3,4 segundos. Com todas estas especificações, o modelo se insere nos padrões da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para a categoria GT1. A transmissão é manual de seis velocidades.

As dimensões e o peso do TS Codatronca contribuem para a alta performance. Com um peso total de 1.360 kg, o chassi é feito de um leve e rígido alumínio tubular. O bólido tem o comprimento de 4,65 metros, 1,94 de largura e 1,23 de altura.

Rabo entre as rodas
Para quem quer entender o mais novo esportivo italiano, o nome ajuda a dar pistas. Codatronca pode ser traduzido como "cauda truncada". E o TS, que completa o nome do modelo do estúdio Spadaconcept, significa Turismo Sportivo. Chama a atenção o estilo efetivamente "interrompido" na traseira nada retilínea do italiano, que impressiona pela variedade de formas geométricas. Na frente, o design mais ortodoxo dos carros italianos: destaque para as duas entradas em forma de trapézio que "recheiam" a composição.

Internamente, o Codatronca se parece muito com um avião. É capaz de abrigar duas pessoas e denota, do volante aos diversos detalhes em alumínio, as características esportivas de um modelo da categoria turismo. O carro tem um computador de bordo que pode gravar 80 horas de telemetria, além de ter 40 funções ativas, entre elas, GPS, cronômetros para voltas e até um controle da velocidade de cada pneu. A suspensão é adaptativa e possui quatro níveis, usadas dependendo da dificuldade do terreno: para piso molhado, leve, médio e alta, sendo todos ativados "on board".

É vero
Mesmo estreante, não falta experiência para os "artistas" do TS Codatronca. O modelo é assinado por dois conceituados designers automotivos: Ercole e Paolo Spada. O primeiro, o patriarca da família, foi o designer de cultuados carros dos anos 1960, como o Alfa Romeo Giulietta SZ, TZ1 e TZ2. Paolo, o filho, chefiou o desenvolvimento de veículos para a Smart e para Honda.

Não resta dúvidas que o Spada TS Codatronca é "veramente" italiano. Ele explicita no nome, nos idealizadores do modelo, no desenho e até em seus parceiros a sua vocação patriótica. Para a construção do TS Codatronca, a SpadaVettureSport terá acordos industriais com a PS Group, de Turim, que cuida da estrutura do veículo; a Italtecnica, de Cambiano, para o sistema de freios, suspensão e motor; a Pirelli, para os pneus. Ou seja: é um modelo que quer expressar todo o estilo italiano de fazer automóveis esportivos. (por Bernardo Feital)

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES