UOL Carros
 
10/05/2008 - 15h31

Em nome da tradição, Jeep traz versão maior do Wrangler

Da Auto Press
De uns tempos para cá, o conceito de veículo off-road ficou muito vago e diversificado. Utilitários esportivos com proposta de mesclar disposição fora-de-estrada e conforto de automóvel de passeio passaram a dominar a imaginação dos aventureiros de asfalto. Sobrou para os autênticos lameiros um mercado bastante segmentado e específico.

E é nesse ponto que algumas marcas tradicionais no universo 4x4 sustentam seus legítimos representantes lameiros. É o caso da Jeep, com o Wrangler. No Brasil, o modelo disputa num mercado ainda mais restrito. Além do Troller T4, ele briga com outro jipeiro de carteirinha: o Land Rover Defender. Só que a fabricante britânica ainda oferece a configuração 110 do seu exemplar, maior e com quatro portas. É onde quer se situar o Wrangler Unlimited, que chega ao Brasil no último trimestre do ano.

O modelo esticado da Jeep segue a mesma lógica. Tem quatro portas e um pouco de espaço para bagagem. Nos Estados Unidos, é vendido em três versões. A mais cotada para vir para cá é a Sahara 4x4, a configuração intermediária. No mercado ianque custa US$ 28.190 (pouco mais de R$ 52 mil) e especula-se que chegaria nas revendas brasileiras por cerca de R$ 110 mil.

ÁLBUM DE FOTOS
Divulgação
MAIS FOTOS DO WRANGLER
Ou seja, rivalizaria por consumidores de SUVs médias e deixaria a Defender 110 na poeira -- o modelo inglês custa hoje exagerados R$ 144 mil, praticamente dobro do que custava em 2005, quando ainda era montado no Brasil.

O Jeep Wrangler Unlimited Sahara conta com motor 3.8 litros com seis cilindros em V dispostos em 60º e 12 válvulas. Essa unidade de força gera 204 cv a 5.200 rpm e um torque máximo de 32,1 kgfm, disponível em 4.000 rotações. Estes números serão alterados após se adequar à gasolina brasileira, e ficarão em 199 cv e 33,1 kgfm -- exatamente como o propulsor que equipa o modelo duas portas, cuja nova linha acaba de chegar ao Brasil.

A transmissão também será a mesma do modelo curto: automática de quatro velocidades -- nos Estados Unidos, há a opção de um câmbio manual de seis marchas.

Essa configuração é, obviamente, mais comprida que o Wrangler duas portas vendido aqui. Mede 4,68 metros no comprimento e 2,94 m no entre-eixos -- respectivamente, 52 cm e 55 cm a mais que o modelo curto. Nas demais dimensões, porém, tudo igual: A largura é de 2,12 metros, e a altura fica em 1,81 metro.

No quesito off-road, o modelo oferece basicamente as mesmas ferramentas para enfrentar o fora-de-estrada. Tração integral 4x4 ComandTrac com opção de reduzida e bloqueio do diferencial, chassi do tipo heavy duty (reforçado para suportar a torção do off-road), suspensão independente na frente e atrás com barra estabilizadora, diferencial com escorregamento limitado, pneus de uso misto com 255 mm de largura que calçam rodas de liga leve aro 18, entre outros.

Quanto à segurança, há airbags duplos frontais, freios com ABS e EBD e controles eletrônicos de estabilidade, tração e anticapotamento. Mas o jipinho foi feito também para quem gosta de urbanidade. Por esta razão, estão lá os indefectíveis ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, controle de cruzeiro, rádio/CD/MP3 e regulagem de altura do volante.

Um carro geométrico
No desenho, o Wrangler Unlimited mantém o estilo quadradão típico da linhagem jipeira dos modelos da marca e que remetem ao saudoso Jeep produzido por aqui pela Willys e pela Ford até a década de 1980. Os faróis redondos separam a grade central formada pelas sete entradas de ar verticais. As laterais trazem os pára-lamas de cortes retos e bem definidos, lataria sem qualquer vinco ou músculo e as portas com desenhos bastante geométricos.

Na traseira, lanternas quadradas e o estepe na tampa do porta-malas. A capota rígida é igual à do modelo duas portas e pode ser removida com algum trabalho e guardada. Afinal, jipe é para se divertir, e nada melhor que um momento conversível para os que gostam de vento na cara. Mesmo que seja no asfalto da cidade. (por Fernando Miragaya)

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES