UOL Carros
 
02/05/2008 - 13h59

Vendas de picapes e SUVs desabam nos EUA

Da Redação
As vendas de picapes e SUVs (utilitários esportivos) nos Estados Unidos tiveram forte queda em abril. Analistas atribuem o mau resultado ao preço do petróleo em elevação e às restrições ao crédito para o consumidor norte-americano. Pesados e com motores enormes, picapes e SUVs gastam, na média, mais combustível que veículos menores.

No geral, as vendas da indústria automotiva dos EUA em abril caíram 9%, para 1,04 milhão de unidades. No acumulado do ano (4,5 milhões de veículos), a queda também foi de 9%.

Um exemplo eloqüente da crise dos "grandões": de acordo com o boletim Automotive News, as vendas de SUVs da Ford despencaram 36% na comparação entre abril e o mesmo mês de 2007. Já no caso das picapes a queda foi de 19%. A F-series -- picapes como a F-150, F-250 etc. -- experimentaram um descenso de 21% em relação há um ano. A nova linha do modelo foi apresentada com pompa e circunstância no Salão de Detroit, em janeiro. A queda geral da Ford, no ano, foi de 12,1%.

Por outro lado, o carro que mais cresceu em vendas no portfólio da Ford em abril foi o Focus (que nos EUA é considerado compacto). Em relação a um ano antes, em abril último o carro vendeu 43,5% mais.

O mesmo fenômeno aconteceu com a General Motors. A companhia teve queda de 16,2% nas vendas internas nos EUA em abril -- isso, na comparação com abril de 2007. A maior fatia desse declínio deve-se aos SUVs e picapes, que recuaram 26,5%. Já as vendas de veículos menores tiveram uma queda discreta, de 0,2%.

Carros menores, como o Malibu (que, no Brasil, seria considerado um sedã médio) e o Aveo (um legítimo compacto), apresentaram números bem mais interessantes. O primeiro viu suas vendas crescerem 39% em um ano. O segundo, 23,5%.

Outro sinal de uma possível reversão nas escolhas do mercado dos EUA está nos números da Toyota, cujas vendas cresceram 3,4% em abril último, contra abril de 2007. Esse desempenho deve-se muito aos carros de menor porte e aos híbridos oferecidos pela marca japonesa no país -- já que a reestilizada picape Tundra, um dos produtos mais importantes da Toyota nos EUA, está sobrando nos estoques. Segundo o AN, há suficientes Tundra nos pátios para as vendas de 80 dias. Já os estoques do híbrido Prius acabam a cada quatro dias.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES