UOL Carros
 
21/03/2008 - 17h08

Volks traz Jetta Variant para o topo das SW grandes

Da Redação
Atualizada às 21h24 de 23/3

A Volkswagen apresenta à imprensa online nesta segunda-feira (24) o Jetta Variant, versão station wagon do sedã importado do México. O carro chega para concorrer num segmento estreito do mercado: o de peruas grandes, que hoje inclui (segundo os critérios da Fenabrave, a federação dos distribuidores) apenas quatro veículos.

São eles o Renault Mégane Grand Tour (atual líder de vendas), o Toyota Corolla Fielder e o Peugeot 307 SW -- além de um outro veículo da própria Volks, o Passat Variant.

O Jetta Variant oferece mais motor que os três primeiros, já que virá equipado com o mesmo propulsor de 2.5 litros e 170 cavalos de potência do sedã. Possui também câmbio automático de série (Tiptronic de seis velocidades).

No entanto, o Jetta Variant será mais caro do que a concorrência: custará R$ 91,9 mil (perto do preço brasileiro do Jetta três volumes). Completíssima, chega a R$ 104 mil. Vai se posicionar abaixo apenas do "irmão maior" Passat Variant, que parte de R$ 127 mil. A perua Mégane topo de linha custa por volta de R$ 70 mil; a Fielder top sai por R$ 82 mil; e a 307 SW mais cara bate em R$ 77 mil. Apenas o carro da Toyota tem motor bicombustível (o Mégane o possui somente na versão 1.6 litro).

Uma curiosidade: no México, os "nossos" Jetta e Jetta Variant são conhecidos como Bora e Bora SportWagen -- e o Bora "brasileiro", lá, chama-se Jetta. Já na Alemanha, o Jetta sedã é Jetta mesmo, mas o carro equivalente ao Jetta Variant que chega agora ao Brasil leva o nome de Golf Variant.

UOL Carros traz na noite desta segunda a cobertura completa do lançamento do Jetta Variant (não confunda o nome), com fotos, informações técnicas e impressões ao dirigir.

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES