UOL Carros
 
22/01/2008 - 13h48

Leitor flagra Fiat Linea camuflado em MG

Da Redação*
Com lançamento previsto para acontecer entre abril e junho, o sedã médio Linea, da Fiat, já roda pelas estradas do Brasil, ainda fortemente camuflado e escoltado por carros da fábrica italiana.

O leitor de UOL Carros Alexandre Waki, 22 anos, estudante de Itajubá (MG), flagrou o novo veículo da Fiat trafegando pela rodovia Fernão Dias, perto da cidade de Betim (MG), sede da montadora. Fez algumas fotos dele quando o reencontrou estacionado num posto de gasolina. Na estrada, o novo modelo era "protegido" de curiosos por um Punto, que -- como o Linea -- possuía uma placa azul (de carro de teste).
Alexandre Waki/UOL


A dianteira do sedã Linea o aparenta ao Punto, lançado em 2007; carro foi fotografado em posto perto de Betim (MG), sede da Fiat

Alexandre Waki/UOL


Porta-malas do Linea italiano recebe 500 litros, como o do Siena; o carro mede 4,56 metros, mais que o Honda Civic, líder de segmento

Divulgação


Linea chega ao Brasil entre abril e junho; seu preço deve começar acima de R$ 50 mil, para posicioná-lo na briga dos sedãs médios


As imagens feitas pelo leitor confirmam que o Linea vai mesmo andar de braços dados com o Punto -- do mesmo modo que o Siena é o "sedã do Palio", o Linea será o sedã do mais recente hatch da Fiat. Basta reparar na grade frontal e no desenho dos faróis.

FLAGRANTE EM MINAS GERAIS
Alexandre Waki/UOL
Detalhe do farol do Linea;
carro deverá oferecer motor 1.8
Alexandre Waki/UOL
Na estrada, um Punto branco escoltava o Linea (à frente, à esq.)
O interessante é que a recente reestilização do Siena buscou justamente dar-lhe gabarito de carro "maior" e mais luxuoso, para tentar roubar clientes de um segmento, o de sedãs médios, onde a Fiat ia muito mal com o Marea.

Mas é o Linea que vem para brigar de verdade nessa faixa. Com 4,56 metros, ele é maior que o Honda Civic (4,49 metros). O Siena tem 4,15 metros. Tanto Linea quanto Siena possuem porta-malas de 500 litros. A dúvida sobre se ambos brigarão entre si é dissipada pelo preço: o Linea certamente começará sua gama acima dos R$ 50 mil.

O Linea italiano tem duas opções de motor: um de 1.4 litro a gasolina, que gera 77 cavalos, e um menor, de 1.3 litro, mas a diesel e capaz de entregar 90 cv (fora de questão no Brasil). Pelo posicionamento do Linea no mercado brasileiro, ele pode oferecer por aqui, no mínimo, o motor 1.8 de 112 cv (com gasolina) que equipa as versões HLX dos carros da Fiat. Mas espera-se também um novo propulsor de 1.9 litro, inédito no Brasil. As opções de câmbio devem incluir o automatizado Dualogic, que faz sua estréia no novo Stilo, a ser apresentado à imprensa nesta quarta-feira (23).

Entre os equipamentos do Linea está o sistema Blue&Me, já disponível no Punto, que é capaz de gracinhas como ler mensagens de texto para o motorista. Isso deve aproximar o Linea ainda mais do hatch lançado em 2007. E o diferencia de boa parte dos carros do segmento dos sedãs médios (afinal, o líder Civic não tem nem computador de bordo).

*Atualizada às 15h32

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES