UOL Carros
 
12/01/2008 - 06h44

Impressões ao dirigir: estabilidade é destaque do Vectra GT-X

Da Auto Press
A estabilidade é o que mais impressiona no Vectra GT-X. Mesmo nas curvas acentuadas, com o pé fundo no acelerador, o modelo parece grudado no chão e não faz a menor menção de jogar a traseira. Tanto equilíbrio transmite confiança ao motorista e até estimula uma dose de ousadia. A suspensão traseira bem calibrada, trazida do Astra europeu, funciona muito bem e garante um bom nível de conforto ao absorver as irregularidades da pista.

No desempenho, o conhecido motor 2.0 oito válvulas flexfuel até que não decepciona. As arrancadas são eficientes e o mesmo pode-se dizer das retomadas de velocidade, com o motor respondendo prontamente a partir dos 2.400 giros. Dinamicamente, embora passe longe de ser o esportivo que a sigla GT insinua, o Vectra GT-X corresponde às expectativas.

Luiza Dantas
Freios ABS, banco com ajuste lombar, rádio com suporte para CD e MP3 com comandos no volante são alguns dos itens do modelo
SAIBA MAIS SOBRE O CARRO
VEJA MAIS FOTOS

O mesmo não pode ser dito da habitabilidade, que repete alguns inconvenientes já detectados na versão sedã. O ambiente apertado, o teto baixo e os porta-objetos escassos e mal projetados reduzem, de forma dispensável, a agradável sensação de conforto oferecida aos ocupantes pela bem resolvida suspensão.

EM DEZ PONTOS, O VECTRA GT-X 2.0
Desempenho O motor flex de 128 cv equilibra bem potência e torque, o que garante boas arrancadas e um desempenho interessante, mas longe de um desempenho mais apimentado que o nome GT sugere. Com álcool, o zero a 100 km/h é feito em 10,6 s e o modelo responde prontamente às pisadas no pedal do acelerador. Com o ponteiro em 2.400 giros, o motor está cheio para efetuar retomadas convincentes. De 60 km/h a 100 km/h, em quarta, por exemplo, bastam 6,5 segundos. A máxima é de 185 km/h.7
Estabilidade Um dos pontos fortes do modelo. A suspensão traseira importada do Astra europeu e a boa rigidez torcional garantem um comportamento muito bom. Em curvas, a carroceria torce pouco e não há menção de rolagem lateral. As frenagens são bem assistidas pelo ABS e EBD e nas retas a sensação de flutuação só surge acima dos 170 km/h.9
InteratividadeA O modelo oferece regulagens no banco e na coluna de direção. A ergonomia é satisfatória e o quadro de instrumentos é de fácil visualização. O mesmo não se pode dizer das informações do ar-condicionado, longe do campo de visão do motorista. As hastes de acionamento das setas e do limpador são duras e curtas. O câmbio tem engates precisos e macios e curso curto. Para o motorista, a visão traseira é um pouco comprometida pelas largas colunas centrais e traseiras.6
Consumo Com álcool, registrou 7,4 km/l, com uso 2/3 na cidade e 1/3 na estrada.6
Conforto A suspensão macia absorve bem os buracos das ruas brasileiras e não reflete isso em solavancos. Há um bom espaço para pernas dos ocupantes, mas o espaço para cabeças é limitado pela altura do teto e o isolamento acústico perde eficiência quando o motor ultrapassa os 4.500 giros.7
Tecnologia O modelo usa uma curiosa espécie de "plataforma híbrida". Enquanto os elementos da traseira são do Astra europeu de terceira geração, a maior parte da estrutura é do Astra brasileiro de segunda geração, sobre o qual é feito o Vectra. O conjunto é harmônico e dinamicamente eficiente. De quebra, o GT-X oferece equipamentos de conforto e de segurança, inclusive um sistema de navegação GPS da Visteon - de série em toda a linha.8
Habitabilidade Lamentavelmente, alguns inconvenientes do Vectra três volumes foram herdados pelos modelos hatch. O ambiente interno continua pouco espaçoso em relação ao porte do carro e a oferta de porta-objetos permanece escassa, mesmo assim, os raros porta-objetos que existem são pouco eficientes - deixam cair os objetos colocados neles quando o motorista acelera, por exemplo. Já o porta-malas de 345 litros é condizente com o segmento e os acessos dos passageiros são facilitados pelo bom vão das portas.6
Acabamento Toda a linha Vectra utiliza materiais de qualidade, os fechamentos e encaixes são precisos e há poucos sinais de rebarbas. Os bancos de couro emprestam requinte adicional. 8
Design A versão dois volumes deu alguma esportividade ao visual do Vectra sedã. A traseira é idêntica a do Astra europeu.7
Custo/benefício O GT-X fica competitivo com os hatches médios "top" concorrentes e oferece uma boa gama de equipamentos por iniciais R$ 68.990.7
Total/média O Vectra GT-X somou 71 pontos em 100.7,1
QuesitoComentárioNota

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES