UOL Carros
 
21/12/2007 - 20h28

Superesportivo 308 RC Z deve virar realidade na Europa

Da Auto Press
Quando o conceito 308 RC Z foi lançado no Salão de Frankfurt, em setembro último, ficou claro que a Peugeot pretendia respirar novos ares e se arriscar no mercado dos superesportivos. A expectativa parece se confirmar. Tudo indica que o Peugeot 308 RC-Z será fabricado em 2008 na planta da Magna Steyr, na Áustria.

Para tanto, a montadora francesa aposta na leveza para competir no segmento. Priorizando a utilização de materiais como alumínio e fibras de carbono, conseguiu reduzir o peso do veículo para 1.200 kg. Entre outros artefatos, a Peugeot dá uma atenção especial à suspensão. Ela é derivada do hatch 308, sucessor do 307 que foi mostrado no Salão de Genebra em março último.

O jogo da suspensão foi acrescido de 59 centímetros, o que amplia a rigidez e a estabilidade do veículo. O seu revestimento utiliza alumínio em diversos componentes, além de outros materiais em fibra de carbono e policarbonato.
Flávio Florido/UOL - set.07


O 308 RC Z, protótipo, exposto no Salão de Frankfurt deste ano
VEJA MAIS FOTOS DO PEUGEOT 308 RC Z


A promessa é de uma maior absorção de impactos. Para incrementar a estrutura do veículo, o Peugeot 308 RC Z tem uma roda de 19 polegadas calçadas por pneus Michelin Pilot Sport com 245 mm de largura.

Para entrar na briga dos esportivos, o cupê da Peugeot traz alguns aspectos peculiares em sua construção. A plataforma utilizada é a mesma do 308. No exterior, o destaque fica por conta do teto de vidro em policarbonato, que forma duas cúpulas. Os faróis dianteiros são triangulares e harmonizam com a logomarca da montadora.

Juntos, traçam o formato de um rosto: os faróis funcionam como os olhos e o logotipo, como o nariz do carro. Na traseira, os vincos fortes dão firmeza ao veículo e os faróis, seguindo a forma da dianteira, confere charme à rebuscada e protuberante traseira do veículo.

Marcas de esportividade
No compartimento interno, diversos aspectos ressaltam a esportividade do carro. O modelo tem as pedaleiras, a manopla do câmbio e o botão do freio de mão cromados. Além disso, um desenho de um feroz leão ilustra o painel central, seguido de uma imponente letra "Z". Para completar, o esportivo ainda possui um estiloso relógio analógico encontrado entre as duas saídas de ar ao centro do painel.

Em suas dimensões, o cupê tem um comprimento de 4,27 metros de comprimento, 1,84 m de largura e 1,32 m de altura.

Na motorização, a marca tem de ter mesmo um coração de leão para superar seus principais concorrentes. Sob o capô, O RC Z traz um motor de baixa litragem, 1.6, mas que gera 218 cv. Com estes números, ele fica mais potente que sua versão original (de 175 cv). O Peugeot atinge a aceleração de zero a 100 km/h em 7 segundos cravados. A velocidade do francês atinge o ápice em 235 km/h. O propulsor trabalha em conjunto com uma transmissão manual de seis marchas.

Entre os concorrentes do RC Z estão a versão 2.0 do Audi TT, de 200 cv, e o BMW Z4 com propulsor 2.5 de 218 cv. Como ainda nem é produzido na Europa, a versão apimentada da família de médios não deve chegar tão cedo às estradas brasileiras. Já o Peugeot 308 "normal" está previsto para suceder o 307 na linha de montagem da PSA Peugeot Citroën de Palomar, na Grande Buenos Aires, em 2009, para abastecer os mercados argentino e brasileiro. (por Bernardo Feital)

Veja também

Carregando...
Fale com UOL Carros

SALOES