UOL Carros

25/09/2007 - 15h52

Evento em São Paulo terá prova com capotagens propositais

Da redação
A 4ª edição do X-Treme Motorsports, que acontece de 29 de novembro a 2 de dezembro no Pavilhão de Exposições Imigrantes, na zona sul de São Paulo, terá uma atração no mínimo inusitada: um campeonato de capotagens, no qual os pilotos fazem seus veículos subir numa rampa para "voar", aterrissar de lado e rolar o maior número de vezes sobre si mesmos.

Esse "esporte" bastante radical ainda é desconhecido no Brasil, mas tem muitos adeptos, por exemplo, nos Estados Unidos.

Lá existem autódromos particulares onde são disputadas modalidades "alternativas" de automobilismo, como as tais capotagens (conhecidas como roll-over), corridas de caminhões ou de tratores etc. De um modo geral, tais extravagâncias são abertas à participação do público, que pode concorrer a prêmios que vão de US$ 200 a US$ 500.

COMO É UM ROLL-OVER
Divulgação/HyperFest 2007
 
Divulgação/HyperFest 2007
 
Divulgação/HyperFest 2007
 
Divulgação/HyperFest 2007
Carro aborda rampa, decola e inicia seqüência de capotagens no evento HyperFest deste ano, realizado num autódromo dos Estados Unidos
No caso do 1º Campeonato Brasileiro de Capotagem (sim, esse é o nome), os dez pilotos que vão participar das provas ao longo dos quatro dias do X-Treme já estão inscritos. Haverá uma premiação, mas a organização não informou os valores.

Há uma série de cuidados para evitar tragédias durante as capotagens. Os pilotos podem chegar à velocidade máxima de 60 Km/h, e abordam a rampa (de 1,20 metro) que desequilibra e vira o carro do modo que acharem melhor. Os carros recebem uma preparação para que os pilotos possam ser retirados rapidamente em caso de emergência. Não há vidros, faróis ou lanternas (que poderiam estilhaçar e projetar cacos), e a bateria tem fixação reforçada.

O habitáculo conta com banco-concha, cinto de segurança de cinco pontos, tanque especial e com apenas 4 litros de combustível (para evitar incêndios), além de um santantônio reforçado. Os equipamentos especiais, diz a organização, vieram da Alemanha.

A proteção pessoal dos pilotos inclui capacete, protetor de pescoço, macacão, joelheira, cotoveleira, luva e sapatilha antichama.

A organização do X-Treme fará nesta quinta uma apresentação da modalidade à imprensa. Segundo a organização, nessa demonstração devem ser usados carros antigos e, digamos, rústicos (ou rudes), como um Gol 91/92 e -- muito apropriadamente -- um Lada 92/93.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES