UOL Carros

04/07/2007 - 16h17

Produção de motos em seis meses ultrapassa expectativa

Da redação,
Em São Paulo
O Brasil anda cada vez mais sobre duas rodas. Este fenômeno é visualizado claramente nos números que os fabricantes do setor divulgaram nesta quarta-feira (4): neste primeiro semestre -- metade do ano -- já se produziu mais da metade das motos que se esperavam prontas até o final de dezembro.

De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, durante os primeiros seis meses do ano o setor produziu 876.508 motocicletas, contra 711.937 mil unidades no mesmo período de 2006. O aumento foi de 23,11%. A projeção para este ano é de 1.600.000 (em 2006 foi fabricado um total de 1.431.442 unidades).

No mês passado, 141.208 motocicletas foram produzidas no país, contra 156.688 em maio. A Abraciclo atribui a queda -- de 9,9% -- aos "dois dias úteis a menos no mês de junho". Segundo a entidade, a expectativa para o segundo semestre é de crescimento.

Comparando também os seis primeiros meses de 2007 e 2006, as vendas de motocicletas no mercado interno bateram agora em 790.486 unidades, contra 628.214 unidades no ano passado. O crescimento foi de 25,83%.

Em junho, foram vendidas 120.606 motocicletas no mercado interno. No mesmo mês de 2006, venderam-se 103.270 mil unidades -- um aumento de 16,8%.

Segundo dados da Abraciclo, a frota total de motos em circulação no Brasil em março último era de 8.291.626 unidades. O ano passado fechou com 7.989.925 veículos.

Quanto ao mercado externo, depois de uma queda as exportações de motocicletas cresceram 56,5% em junho, com 12.347 unidades vendidas. No entanto, o semestre fechou com baixa de 32,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

No vácuo dos carros
Para se ter uma idéia, de janeiro a maio a indústria automobilística produziu 1.136.316 unidades, e projeta fechar o mês de junho com algo em torno de 1.400.000 veículos.

É um número ainda bem maior que o de motos no mesmo período, mas a curva de ascensão das duas rodas parece indicar uma aproximação no futuro.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES