UOL Carros

05/05/2007 - 08h35

Presos estelionatários do golpe do Citroen Zero

São Paulo - Seis homens foram presos em cidades da Baixada Paulista - São Vicente, Praia Grande e Santos - sob a acusação de integrarem uma quadrilha de estelionatários. Segundo policiais da Delegacia de Repressão a Estelionato do Deic eles compraram autos Citroën 0 Km, com cheques sem fundos.

Em seguida ofereceram os autos já faturados em nome da empresa, por valor abaixo do mercado, em sites e jornais de classificados. Na expectativa de um bom negócio, os interessados iam à concessionária, viam o veículo e eram informadas do faturamento. Efetuaram o pagamento ao bando, mas, quando foram retirar os autos nas concessionárias, descobriram que os carros não poderiam ser retirados, uma vez que o cheque pago pela tal empresa foi devolvido por falta de fundos.

A polícia não precisa o números de vítimas, mas afirma que foram várias. O tempo de espera para depositar o cheque, mais o da operação de compensação, eram suficientes para o bando consumar o golpe. Na concessionária afirmavam sua empresa de promoções iria entregar esses veículos a funcionários de uma empresa estatal.

Foram indiciados por estelionato e por formação de quadrilha os vendedores Carlos Antônio do Nascimento, de 41 anos, Eduardo Augusto Fernandes Piedade, de 31, Vladimir Ferreira Bispo, de 30, e Luiz Cláudio Aranha Silva, de 34. Completariam o bando o pedreiro Edilson Clemente Carvalho, de 42 anos, e o motoboy Taiguara da Silva Pereira, de 33. Por ocasião da detenção, os agentes do Deic, apreenderam com os envolvidos alguns aparelhos celulares e de notebook, que seriam utilizados no golpe.

(Com Agência Estado - Oswaldo Faustino)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES