Topo

Carros elétricos


Tesla apresenta o Model Y, SUV elétrico "para as massas"

Alexandria Sage

De San Francisco (EUA)

2019-03-15T09:43:35

15/03/2019 09h43

Resumo da notícia

  • Versão de entrada custará US$ 39 mil, mas só chega em 2021
  • Configuração mais cara estreia em 2020 por US$ 47 mil
  • Opção de longo alcance tem autonomia de 483 km
  • Model Y terá rivais de Audi, Mercedes e BMW
  • Tesla projeta produzir 1 milhão de veículos daqui a 1 ano

A Tesla revelou na madrugada desta sexta (horário de Brasília) o aguardado SUV compacto Model Y na Califórnia (EUA), para enfrentar a concorrência de montadoras europeias, que lançarão seus próprios rivais elétricos.

O executivo-chefe Elon Musk disse que o utilitário esportivo, construído sobre a mesma plataforma do Model 3, será lançado na primavera de 2020 em uma versão de longo alcance, com autonomia de 330 milhas (483 km), a US$ 47 mil (cerca de R$ 180 mil na conversão direta). Uma versão de entrada será disponibilizada, de acordo com o executivo, a partir do outono de 2021, custando US $ 39 mil (R$ 150 mil), com alcance de 230 milhas (370 km). Os veículos poderão ser configurados com sete lugares por um adicional de US$ 3.000 (R$ 11,6 mil).

Após o evento, o site da Tesla abriu as reservas da versão mais cara e de longo alcance do veículo com tração traseira, a ser lançada no próximo ano. Encomendar o carro requer um depósito reembolsável de US$ 2.500 (R$ 9,6 mil).

Musk apresentou o veículo em um evento de 40 minutos no estúdio de design da Tesla em Hawthorne, nos arredores de Los Angeles, na Califórnia, que foi transmitido ao vivo pela internet. Cada um dos veículos da Tesla, do Roadster até o mais recente Semi, um caminhão de grande porte, foi levado ao palco antes de o executivo revelar o Model Y na cor azul.

Pequenos utilitários esportivos são o segmento de mais rápido crescimento nos Estados Unidos e na China, o maior mercado automotivo do mundo, onde a Tesla está construindo uma fábrica -- fazendo com que o Modelo Y esteja bem posicionado para aproveitar a demanda. A Tesla tem desfrutado de pouca concorrência até o momento para seus sedãs, mas a competição por SUVs elétricos está esquentando à medida que Tesla tenta dominar os processos produtivos da linha de luxo que fez sua reputação.

Menos custo, mais risco

Na quinta-feira (14), a empresa de classificação de risco Fitch alertou que, apesar da liderança inicial da Tesla, "as montadoras tradicionais têm a capacidade de recuperar o atraso, graças à sua capacidade de investir e ao seu sólido histórico em gerenciamento de produtos". A produção de volume projetada pela Tesla no fim de 2020 para o Modelo Y deve colocá-lo atrás das ofertas de SUVs da Audi, da Volkswagen, da Mercedes-Benz e da BMW.

"Daqui a 12 meses, teremos feito cerca de 1 milhão de veículos", disse Musk no evento.

Tesla enfrenta turbulência para equilibrar contas

As ações da Tesla caíram 24% em agosto passado, quando estavam cotadas a US $ 379,57, após Musk publicar na sua conta no Twitter que estava fechando o capital da companhia. Esse plano -- mais tarde abandonado -- introduziu um período de turbulência na empresa, desde as batalhas públicas de Musk com os órgãos reguladores nos Estados Unidos, além de uma onda de ações judiciais por problemas de seguraça, bem como ações para corte de custos, inlcuindo demissões.

A Tesla, há duas semanas, disse que fecharia a maioria das lojas e usaria a poupança para reduzir o preço da maioria dos carros em 6%. Mas, na semana passada, a empresa reverteu o curso e disse que deixaria muitas lojas abertas e elevaria os preços em cerca de 3%.Musk prometeu uma produção mais barata e eficiente do Model Y, pois o SUV compartilha cerca de 3/4 de suas partes com o Model 3, hoje o veículo mais acessível da marca, e precisaria de apenas metade dos gastos de capital necessários para fazer o sedã.

O risco é "muito baixo", disse Musk a analistas em janeiro. A Tesla "provavelmente" construirá o Model Y na fábrica de baterias da Tesla em Nevada, ele disse na época. Na apresentação desta sexta, ele não deu novos detalhes sobre onde o SUV compacto será produzido.

Ainda assim, o Model Y, como todos os modelos Tesla, já viu atrasos na pré-produção. Inicialmente, os fornecedores foram informados de que a produção começaria em novembro de 2019, disseram fontes à "Reuters" no ano passado.

Em outubro, Musk disse que "progressos significativos" foram feitos no Model Y e que ele havia aprovado o protótipo para produção em 2020. Em janeiro, ele disse que Tesla havia encomendado o ferramental necessário para construir o carro.

Mais Carros elétricos