Mobilidade

Fiat-Chrysler, BMW e Intel farão táxi autônomo em projeto de US$ 2 trilhões

Joe White/Reuters -8.1.2017
Na imagem, a minivan Chrysler Pacifica autônoma, que já está sendo desenvolvida pela FCA em conjunto com o Google Imagem: Joe White/Reuters -8.1.2017

Alexandria Sage e Edward Taylor

De San Francisco (EUA) e Frankfurt (Alemanha)

16/08/2017 16h42

A aliança Fiat-Chrysler (FCA) vai aderir ao consórcio liderado pela BMW para desenvolver carros autônomos, intensificando a corrida de fabricantes e empresas de tecnologia para desenvolver "robotáxis", que podem ser chamados via smartphone e pagos por minuto.

Este projeto de táxis autômomos prevê um mercado que pode chegar a US$ 2 trilhões em 2030, de acordo com consultores da McKinsey, na medida que os clientes mais jovens deixam de comprar automóveis em favor da mobilidade do serviço sob demanda.

A FCA disse que planeja colocar a tecnologia de veículos autônomos em produção até 2021, mesmo prazo compartilhado por empresas rivais que também estão desenvolvendo carros autônomos.

SIGA UOL CARROS NO YOUTUBE

+ Inscreva-se no canal: https://goo.gl/B4mHyi

+ Instagram: https://www.instagram.com/uolcarros/

Todos no time

A BMW e suas parceiras Intel e Mobileye disseram que a FCA vai trazer seus conhecimentos de engenharia e outros para o negócio, abrindo o caminho para a criação de uma plataforma de carros autônomos abrangente que poderia ser adotada por outras montadoras. As fornecedoras de autopeças Delphi Automotive e a Continental também se juntaram à aliança. 

O presidente-executivo da FCA, Sergio Marchionne, citou que "as sinergias e a economia de escala" possibilitaram a adesão à aliança.

Marchionne argumenta há muito que as montadoras devem se unir para sobreviver aos custos proibitivamente elevados de produzir veículos tecnologicamente mais avançados. A empresa já trabalha conjuntamente com a Waymo (divisão de autônomos da gigante tecnológica Google) e apresentou um conceito da minivan Pacifica em janeiro.

O novo consórcio disse que está no caminho certo para realizar testes com 40 veículos autônomos na estrada até o final de 2017 e que vai aprender com os 100 veículos de teste que serão desenvolvidos pela Mobileye nos Estados Unidos ainda este ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Mobilidade

Topo