Carros

Mudanças não serão indolores, diz novo CEO da Volkswagen

06/10/2015 09h32

WOLFSBURG (Reuters) - O novo presidente-executivo da Volkswagen, Mathias Mueller, alertou sua equipe em reunião nesta terça-feira que as mudanças na companhia não seriam indolores, primeiro sinal de que empregos podem ser cortados em resposta ao devastador escândalo de emissões de diesel.

"Soluções técnicas para os problemas estão em vista. Entretanto, as consequências financeiras e nos negócios ainda não estão claras", disse Mueller, de acordo com um comunicado divulgado pela companhia.

"Portanto, estamos revisando todos os investimentos planejados. O que não é urgentemente necessário, será descartado ou adiado", acrescentou. "E, portanto, iremos ajustar nosso programa de eficiência. Eu serei bem sincero: isso não será indolor."

(Por Noah Barkin)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo