Carros

Lojas aumentam para 18% projeção de tombo nas vendas em 2015

Nilton Cardin/Estadão Conteúdo
Nem as constantes férias coletivas cedidas pela Volkswagen desafoga o pátio da fábrica de Taubaté (SP), que continua lotado de veículos produzidos nos úlimos meses Imagem: Nilton Cardin/Estadão Conteúdo


Alberto Alerigi Jr.

05/05/2015 10h50

A sequência de quatro meses abaixo das expectativas nas vendas de carros novos no Brasil -- abril não foi exceção, com 219.350 emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus registrados, retração de 6,53% perante março e de 25,19% em relação a abril de 2014 --, levou a Fenabrave (federação nacional dos concessionários) a aumentar ainda mais a projeção de queda do setor ao fim de 2015.

Em relatório divulgado nesta terça-feira (5), a associação ajustou de 10% para 18% a estimativa de tombo para vendas de veículos de passeio e comerciais leves, e de 10,12% para 37,21% no caso de ônibus e caminhões. Com a mudança, as pevisões se aproximam dos dados reais já registrados no primeiro quadrimestre do ano.

Conforme antecipado pelo colunista de UOL Carros Joel Leite, no fim da semana passada, as comercializações de automóveis e comerciais leves caíram 18,4% no acumulado entre janeiro e abril, no comparativo com os quatro primeiros meses de 2014.

Crise sentida nas fábricas

A forte desaceleração do setor automotivo já pode ser sentida na pele pelos funcionários nas fábricas. Nesta semana, a Volkswagen confirmou a informação antecipada pelos parceiros da Car and Driver Brasil e deu férias coletivas de dez dias para toda a linha de montagem de São Bernardo do Campo (SP).

Já a unidade de caminhões da Mercedes-Benz, na mesma cidade, chegou a anunciar a dispensa de 500 metalúrgicos há duas semanas, mas voltou atrás após os demais operários entrarem em greve, Ao invés das demissões, estendeu o período de layoff de parte da equipe até 15 de junho, e abriu um novo PDV (Programa de Demissão Voluntária).

Soluções

Para tentar reestimular o setor, a Fenabrave já havia anunciado há alguns dias, em parceria com a Anfavea (associação das fabricantes) e a Abac (associação das administradoras de consórcio), a criação do Festival do Consorciado Contemplado, que oferecerá incentivos para 240 mil pessoas que já foram contempladas, mas ainda não usaram suas cartas de crédito. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo