Carros

Portaria define cotas de exportação de montadoras do Brasil para o México


Alberto Alerigi Jr.

Em São Paulo (SP)

02/04/2015 10h15

A Secex (Secretaria de Comércio Exterior) publicou nesta quinta-feira (2) portaria com as regras para as cotas de exportação de veículos do Brasil ao México, com os grupos Volkswagen, General Motors, Fiat-Chrysler e Ford ficando com as maiores parcelas.

Com isso, a Volkswagen terá cota de exportação de US$ 282,7 milhões (cerca de R$ 885 milhões pelo câmbio atual); enquanto General Motors terá US$ 140,8 milhões (mais de R$ 440 milhões); Fiat-Chrysler, US$ 131,6 milhões (R$ 412 milhões); e Ford US$ 105,8 milhões (quase R$ 332 milhões).

Segundo a portaria, a parcela de 70% da cota de US$ 1,56 bilhão -- equivalente a cerca de US$ 1,1 bilhão -- será distribuída com base em critérios que incluem volume de veículos exportados por cada marca nos últimos seis anos e proporção de licenciamentos no mercado interno. A cota é válida até 18 de março de 2016.

Uma parcela de 10% desse US$ 1,1 bilhão de dólares será destinada a novos exportadores, segundo a portaria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo