Topo

Carros

Fenabrave revisa de 0,5% para 10% projeção de queda nas vendas de carros

Lucas Lacaz Ruiz/Folhapress
Pátio da Volkswagen em Taubaté (SP) continua lotada há meses Imagem: Lucas Lacaz Ruiz/Folhapress

<br>Brad Haynes

Em São Paulo (SP)

03/03/2015 12h29Atualizada em 03/03/2015 14h29

Com a acentuada queda nas vendas de carros em fevereiro (26,5% no comparativo com janeiro, e 27,1% em relação ao mesmo mês do ano passado), a pior desde a crise de 2008, a Fenabrave (associação dos concessionários) reduziu suas projeções para o setor automotivo em 2015.

Em relatório divulgado nesta terça-feira (3), a entidade passou a trabalhar com estimativa de 10% de queda nos emplacamentos de veículos de passeio e comerciais leves até o fim do ano, a cerca de 2,996 milhões de unidades. Já para caminhões e ônibus, a nova previsão é de baixa de 10,12%, para 151.977 unidades.

Até o mês passado, a expectativa da Fenabrave era de recuos moderados, em 0,5% para carros e comerciais leves, e 1,1% para licenciamentos de ônibus e caminhões.

No início de fevereiro, o presidente da Anfavea (associação de montadoras), Luiz Moan, já havia tinha afirmado que esperava vendas fracas para o mês, por conta do período menor de dias úteis em relação a 2014 (já que o carnaval do ano passado foi celebrado em março).

Ainda segundo a Fenabrave, as vendas acumuladas de janeiro e fevereiro somam 439.762 veículos, queda de 23 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

Mais Carros