Topo

Carros

Hyundai baixa preço de Tucson movido a hidrogênio para encarar Toyota

Michael Nelson/EFE
Hyundai Tucson movido a hidrogênio exposto no CES, feira de tecnologia dos EUA Imagem: Michael Nelson/EFE

<br>Sohee Kim

Em Seul (Coreia do Sul)

02/02/2015 10h42

A Hyundai anunciou, nesta segunda-feira (2), que vai baixar o preço do Tucson movido a célula de hidrogênio em 43% na Coreia do Sul, e que também considera aplicar reduções em outros mercados para competir com o recém-lançado Toyota Mirai

A montadora sul-coreana -- quinta maior do mundo quando somada à irmã Kia -- espera popularizar carros com células de combustível em seu mercado doméstico, cortando o preço do Tucson ix para 85 milhões de wons (cerca de R$ 205 mil).

"A redução significativa do preço na linha Tucson movida a célula de hidrogênio vai tornar os veículos com essa tecnologia mais acessíveis para os consumidores", disse a Hyundai em um comunicado.

A fabricante vai investir 11 trilhões de wons no desenvolvimento de carros ecológicos até 2020, ano em que pretende lançar seu segundo modelo movido a célula de combustível.

Em dezembro, a rival japonesa Toyota lançou o Mirai a 6,7 milhões de ienes (R$ 150 mil) antes de impostos. Semanas depois, anunciou que iria tornar públicas as patentes da tecnologia de hidrogênio para baixar os custos de desenvolvimento.

Os japoneses acreditam que o carro movido a célula de combustível será o futuro do setor automotivo, pois tem índice zero de poluição (emite água ao invés de gás carbônico) e possui processo de reabastecimento semelhante ao de veículos a combustão -- o processo demora poucos minutos, diferente de automóveis elétricos, que demandam horas para ser recarregadas. 

Mais Carros