Carros

VW planeja se sintonizar com gostos locais em mais recente plano nos EUA

12/01/2015 08h50

DETROIT (Reuters) - O mais recente esforço da Volkswagen para se tornar mais do que uma concorrente de nicho nos Estados Unidos baseia-se em um truísmo que a montadora alemã há muito tempo ignorou: se você quer entrar no mercado norte-americano, deve se sintonizar com os clientes norte-americanos.

A VW busca a liderança no mercado global de automóveis, apoiada pela oportuna expansão na China e na América Latina, bem como por sua posição dominante na Europa. No entanto, a montadora continua a lutar na América do Norte.

A companhia trocou os chefes das operações nos Estados Unidos um ano atrás, decepcionada com os resultados de uma aposta em sedãs médios montados em uma fábrica de 1 bilhão de dólares no Tennessee. As vendas de carros de marcas da VW caíram 16 por cento nos EUA desde 2012.

Para contra-atacar, a empresa planeja triplicar sua gama de produtos no segmento crossover, de rápido crescimento, e atualizar modelos mais rapidamente, disseram fontes da empresa.

A campanha incluirá uma variante de cinco assentos do seu próximo veículo utilitário esportivo (SUV) médio, uma versão conceito que será apresentada nesta segunda-feira no salão do automóvel de Detroit, disseram as fontes.

A VW também está intensificando a cooperação com concessionárias e montando uma equipe de 200 especialistas em pesquisa e desenvolvimento e em design em sua unidade nos Estados Unidos, para garantir que os veículos atendam melhor aos gostos dos norte-americanos.

"Demorou muito tempo para percebermos que o mercado dos EUA exige uma atenção mais especial", afirmou um gerente sênior na sede alemã da VW, em condição de anonimato.

Michael Horn, novo chefe da VW nos EUA, reduziu o ciclo de vida dos produtos de sete para cinco anos para sedãs e está planejando mudanças semelhantes para SUVs, disse uma fonte.

Fracassos passados da VW devem fazer a montadora perder a meta de vendas de 800 mil veículos nos EUA em 2018, segundo a empresa de pesquisas IHS Automotive. A companhia vê vendas de 547 mil veículos da VW no mesmo ano, ante 367 mil no ano passado, ficando abaixo da meta em cerca de um terço.

(Por Andreas Cremer)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo