Topo

Carros

Fiat nega que será comprada pela Volkswagen

Bill Pugliano/AP
Sergio Marchionne, presidente-executivo da FCA: grupo diz que jamais negociou fusão com a concorrente Volkswagen Imagem: Bill Pugliano/AP

Em Berlim (Alemanha) e Milão (Itália)

17/07/2014 12h44Atualizada em 17/07/2014 13h57

A FCA Fiat Chrysler negou prontamente a notícia, publicada nesta quinta-feira (17), de que a companhia estaria negociando uma fusão com a rival Volkswagen. A informação partiu da revista alemã Manager Magazin.

Segundo o periódico, o presidente do conselho da Volkswagen, Ferdinand Piech, manteve negociações com os controladores da FCA sobre a compra de todo, ou parte, do grupo ítalo-americano, que ainda aguarda assembleia de acionistas, a ser realizada em agosto, para ratificar a união entre Fiat, Chrysler e respectivas marcas integradas a elas.

A reportagem alegou ter apurado a notícia junto a fontes não identificadas dos dois conglomerados. Entretanto, tanto a assessoria da holding Exor, que detém 30% de participação no grupo, quanto a própria Fiat Chrysler asseguraram que nenhuma negociação está em andamento.

Um porta-voz da Volkswagen também adotou o mesmo discurso, dizendo que a maior montadora da Europa não planeja nenhuma nova aquisição ou fusão em curto prazo. "Estamos focando em melhorar a eficiência do grupo", apontou.

Por conta do rumor, as ações da FCA chegaram a subir 5% nesta quinta. Após as negativas, a alta recuou para 2%.

Mais Carros