Carros

Chefão da Nissan diz ter recebido R$ 21,7 milhões no ano fiscal 2013/2014

Maki Shiraki

Em Yokohama (Japão)

24/06/2014 07h39

O presidente-executivo da Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn -- um dos executivos mais bem remunerados no Japão --, disse ter recebido 995 milhões de ienes (US$ 9,8 milhões de dólares, ou cerca de R$ 21,7 milhões) no ano fiscal encerrado em março, aumento de 0,7% ante o ano anterior.

Depois de prever uma margem de lucro operacional de 5% para este ano fiscal, a mais baixa entre a de rivais japonesas incluindo a Toyota e a Honda, Ghosn afirmou em maio que a Nissan vai priorizar aumentar as margens de lucro sobre a participação de mercado.

Ghosn, que tem liderado a Nissan desde 2001, é também CEO da Renault, parceira de aliança da Nissan.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo