Topo

Carros

Ações da Volkswagen despencam por projeção e negócio sobre Scania

<br>Christoph Steitz e Blaise Robinson

Em Frankfurt (Alemanha) e Paris (França)

24/02/2014 08h42Atualizada em 24/02/2014 11h25

As ações da Volkswagen despencaram nesta segunda-feira (24), depois que o grupo anunciou no final da sexta (21) uma redução em sua perspectiva de lucro operacional para 2014, e divulgou planos para comprar o restante da divisão sueca de caminhões Scania, em um acordo parcialmente financiado por um aumento de capital.

Após sofrerem queda de 7,5%, as ações da maior montadora da Europa recuavam 6,72% às 8h37 (horário de Brasília).

"O anúncio da sexta-feira reforçou nossas preocupações sobre um crescimento tênue nos lucros e sobre o ritmo no qual a Volkswagen está acrescentando capital (orgânico e de fusões e aquisições) e restringindo os retornos", disseram analistas do UBS em uma nota para clientes, mantendo uma recomendação de "venda" sobre o papel.

A Volkswagen planeja comprar a fatia de acionistas minoritários na Scania por 6,7 bilhões de euros, buscando dar partida em um esforço parado por oito anos para melhorar a maior montadora de caminhões da Europa.

A companhia venderá até 2 bilhões de euros em ações preferenciais, emitirá capital híbrido em até 3 bilhões de euros e vai sacar mais 2 bilhões de euros de amplas reservas de caixa.

A companhia disse também que sua margem operacional de 2014 pode ficar dentro de uma faixa de 5,5% a 6,5%, ante 5,9 pontos percentuais registrados no ano passado.

Mais Carros