Topo

Carros

Queda nas projeções leva agência a rebaixar classificação de risco da Fiat

Em Milão (Itália)

12/02/2014 08h39Atualizada em 12/02/2014 09h20

As ações da Fiat tiveram uma ligeira queda nesta quarta-feira (12), depois que a Moody's, uma agência de classificação de riscos americana, realocou a montadora italiana um nível para baixo em seu sistema de avaliações.

A manobra foi reflexo dos resultados abaixo do esperado apresentados em 2013, causados pela erosão dos lucro na América Latina, em especial no Brasil, e que levaram a marca a reduzir suas projeções de lucro para este ano.

No final da terça-feira (11),  Moody's baixou a classificação da Fiat de "Ba3" para "B1", quatro níveis abaixo de grau de investimento mais alto, o Aaa. Isso significa que ficará mais oneroso para a Fiat levantar recursos a fim de recuperar operações deficitárias na Europa.

Segundo especialistas, a mudança já era esperada, visto que a Moody's colocara a classificação da Fiat sob revisão no começo de janeiro, dias após a companhia fechar um acordo de US$ 4,35 bilhões para assumir o controle total da americana Chrysler.

Às 8h35 (horário de Brasília), a ação da Fiat tinha queda de 0,35%, a 7,21 euros.

Mais Carros