Carros

Presidente da Mitsubishi Motors deixará o cargo, segundo fontes

Maki Shiraki

Em Tóquio (Japão)

31/01/2014 09h47

A Mitsubishi nomeará o diretor-gerente Tetsuro Aikawa para substituir Osamu Masuko como presidente, enquanto que Masuko, que liderou a montadora pelos últimos nove anos, se tornará o presidente do Conselho de Administração após deixar o cargo. Estas informações vieram de fontes próximas ao assunto nesta sexta-feira (31).

A nova estrutura entrará em vigor no dia 1º de abril, disseram as fontes, que não quiseram ser identificadas. O atual presidente do Conselho, Takashi Nishioka, vai renunciar ao cargo, segundo as fontes.

As mudanças na administração vêm conforme a montadora japonesa busca deixar para trás uma década difícil de vendas em queda e uma estrutura de capital tênue que ameaçou sua posição na indústria automotiva global, cada vez mais competitiva.

A Mitsubishi Motors levantou mais de US$ 2 bilhões principalmente para recomprar ações preferenciais emitidas para empresas irmãs do grupo Mitsubishi, que financiaram o resgate da montadora após uma fracassada aliança de capital com a então DaimlerChrysler e um debilitante escândalo sobre o encobrimento de recalls.

A Mitsubishi Motors disse em um comunicado que nenhuma decisão foi tomada ainda sobre mudanças na administração.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo