Carros

GM diz que não hesitará em mudar carros que não fizerem sucesso

Ben Klayman

Em Detroit (EUA)

14/01/2014 07h54

A General Motors não vai hesitar em atrasar ou refazer veículos existentes ou em desenvolvimento caso eles estejam aquém do desempenho desejado ou não sejam bem recebidos. "Foi o que a própria marca fez com a próxima geração do Chevrolet Cruze" disse Mark Reuss, próximo chefe mundial de desenvolvimento de produto da GM, nesta segunda-feira (13).

"De vez em quando, paramos o design e o desenvolvimento do carro e nos perguntamos o motivo para os consumidores estarem nos dizendo que é bom, mas não ótimo", completou o executivo -- que também é presidente da GM para os EUA -- no Salão de Detroit.

A GM tomou esta medida incomum no ano passado quando ofereceu uma versão levemente reestilizada do Chevrolet Malibu, em um esforço para reverter os 18 meses anteriores de vendas decepcionantes (desde a última grande mudança do sedã, no começo de 2012).

Embora a equipe de projeto da GM esteja "funcionando a todo o vapor", Reuss disse que a empresa precisa focar em ter fortes lançamentos de veículos no próximo ano. Só nos Estados Unidos, a GM lançará 32 veículos novos ou remodelados durante os próximos dois anos.

Confira as mudanças feitas no sedã grande Malibu (médio nos EUA), que ganhou atualizações apenas 18 meses após trocar de geração no mercado americano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo