Topo

Carros

Jornal: Chrysler quer captar até R$ 4,5 bilhões em abertura de capital

Reuters/Joe Skipper
Imagem: Reuters/Joe Skipper

<br>Aman Shah

25/11/2013 10h14

A Chrysler pretende definir, ainda nesta semana, uma faixa de preço para captar de US$ 1,5 bilhão a US$ 2 bilhões (entre R$ 3,4 bilhões e R$ 4,5 bilhões) em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) no mercado financeiro, noticiou o jornal americano Wall Street Journal.

De acordo com a publicação, que cita fontes ligadas à operação, a montadora americana espera concluir a abertura de capital na primeira metade de dezembro, em um esforço para bater a desaceleração do mercado de IPOs perto dos feriados de fim de ano. Na semana passada, a companhia contratou quatro bancos para ajudar a subscrever o processo.

A manobra, iniciada em setembro deste ano, é uma resposta do fundo de saúde United Auto Workers, segundo maior acionista da empresa, às investidas da principal proprietária, a Fiat -- que possui 58,5% da marca --, que quis comprar sua fatia no meio do ano, mas se recusou a pagar os mais de US$ 5 bilhões (R$11,4 bilhões) exigidos.

Assim, para pressionar a montadora italiana a chegar a um acordo mais rentável, o fundo exerceu um direito previsto na concordata de 2009 da Chrysler, financiada pelo governo dos Estados Unidos, e solicitou abertura de capital para 16,6% das ações. Com o valor que a Chrysler pretende arrecadar no processo, a fabricante americana passa a ter sua marca avaliada entre US$ 9 bilhões e US$ 12 bilhões (de R$ 20,6 bilhões a 27,4 bilhões).

Nem a Chrysler e nem a Fiat foram encontradas para comentar o assunto.

Mais Carros